Digitalização do Intermat

Grupo quer garantir acesso público a processos do Intermat

O Intermat não quer mais ser conhecido como um dos órgãos mais lentos, burocráticos e com histórico de corrupção. Para entrar de vez no século XXI, reeditado, o Intermat – em conjunto com a Secretaria de Planejamento e Gestão (Seplag) -, criou um grupo de estudo para estudar a digitalização dos milhares de processos do órgão.

Além de garantir acesso facilitado aos processos, a iniciativa garantirá mais transparência. O grupo conta com servidores do Intermat, da Seplag e da MTI.

A ideia é implantar um fluxograma para o programa Sigadoc e um arquivo digital seguindo as normas brasileiras.

O resultado será divulgado em 60 dias.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorXuxu critica artistas que se manifestam sobre incêndios: “cuidem da casa de vocês”
Próximo artigoJuíza rejeita recurso de Bosaipo e mantém condenação por 11 crimes

O LIVRE ADS