Digital influencer é investigada por venda de remédios para emagrecimento

Produto seria falsificado e não teria autorização da Anvisa para ser comercializado

Digital influencer de Sorriso (400 km de Cuiabá), Paula Biazin está sendo investigada pelo Ministério Público de Mato Grosso por supostamente comercializar um produto de emagrecimento ilegal.

O inquérito civil foi aberto pelo promotor de Justiça Márcio Florestan Berestinas, no dia 8 de janeiro. Em dezembro, a moça chegou a ser presa em flagrante.

Com mais de 325 mil seguidores no Instagram, Paula anunciava o produto Moder Diet Gold. Segundo ela, o medicamento é feito de extrato de ervas e seria uma “forma segura e eficaz” de perder peso.

Contudo, uma reportagem do Fantástico, veiculada no início de dezembro, apontou que o remédio era falsificado. Segundo o programa, os componentes anunciados não eram os mesmos utilizados na fabricação do produto e clientes sofreram diversos efeitos colaterais.

Depois da reportagem, clientes da influencer começaram a dizer também ter passado mal. A Polícia Civil de Mato Grosso, então, determinou busca e apreensão na casa de Paula e ela própria chegou a ser detida.

Ao instaurar a investigação, o Ministério Público apontou que o produto não tem registro na Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), nem comprovação de sua orgiem. Além disso, a influencer não tinha alvará sanitário no seu estabelecimento.

Paula Biazin foi notificada para comparecer na sede do Ministério Público em Sorriso, nesta sexta-feira (17), às 9h30. Ela deverá ser ouvida sobre o caso.

O promotor de Justiça também pediu acesso ao inquérito policial que investiga o caso.

Reportagem do Fantástico descobriu que produto era falsificado (Foto: Reprodução/TV Globo)

Não sabia

Quando foi presa, a digital influencer alegou que não tinha conhecimento que o produto era ilegal e falsificado.

Ela ainda teria afirmado que estava “pagando” por alguém que a enganou. O produto teria sido apresentado a ela por uma pessoa de sua confiança e vendido por uma pessoa de Minas Gerais.

Paula garantiu que jamais colocaria em risco sua vida e a de sua família, assim como a de seus seguidores. Ela também afirmou ter se sentido constrangida com a situação.

As declarações foram dadas em entrevista ao programa Balanço Geral.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorAlarme dispara e loja de Cuiabá é condenada a indenizar cliente em R$ 6 mil
Próximo artigoDurante briga generalizada, cliente continua comendo calmamente e viraliza na web

O LIVRE ADS