“Dificuldade para voltar”: deputados de MT vão antecipar sessão para prolongar feriado

Na próxima semana, deputados devem comparecer na Assembleia Legislativa apenas até terça-feira

Presidente da ALMT, deputado Eduardo Botelho (DEM) (Foto: JL Siqueira / ALMT)

Os corredores da Assembleia Legislativa de Mato Grosso (ALMT) poderão estar mais vazios na semana que vem. É que, com o feriado estadual do Dia da Consciência Negra (20 de novembro) na quarta-feira, os deputados vão antecipar uma sessão e prolongar o descanso.

A convocação para a sessão extraordinária foi feita pelo presidente da Mesa Diretora, deputado Eduardo Botelho (DEM). A sessão extra foi marcada para às 8h de terça-feira (19).

“É para evitar problema de quórum na sessão de quinta. Porque muitos deputados são do interior e acaba que tem dificuldade para voltar. Então, estamos antecipando a sessão de quinta, fazendo ela na terça de manhã”, explicou à imprensa.

LEIA TAMBÉM

Segundo o deputado, a medida atendeu a um pedido do Colégio de Líderes.

Na reunião os deputados debateram, inclusive, a possibilidade de não haver recesso nos trabalhos de fim de ano.

A pausa vai depender da votação de matérias como o projeto “Cota Zero” e a votação da Lei Orçamentária Anual (LOA). Também há a expectativa de votação da reforma da Previdência estadual.

Conforme Botelho, caso a ALMT não entre em recesso, os deputados não devem receber por “horas a mais”. Nesse caso, as atividades seriam paralisadas exclusivamente nas semanas festivas. Os trabalhos retornariam no início de janeiro, assim como aconteceu no início de 2019.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorPresidente interina da Bolívia promete eleições o mais rápido possível
Próximo artigoMutirão da “salvação”: 13º de servidores pode ser pago em dezembro, diz Gallo

O LIVRE ADS