Dia do artesanato: economia criativa norteia debate em Cuiabá

As possibilidades do artesanato como negócio serão discutidas por produtoras culturais, das 9h às 12h, na Casa do Artesão

Em comemoração ao Dia do Artesanato, 19, o Sesc Casa do Artesão busca ampliar as possibilidades criativas de sua produção e comercialização, a partir dos diálogos propostos no debate “O Artesanato como Negócio”. A atividade é gratuita e facilitada por Carolina Barros e Magna Domingos no sábado (24), das 9h às 12h, na unidade.

Da música, a produtora cultural Carol Barros irá compartilhar suas experiências com objetivo de apresentar aos artesãos e artesãs mato-grossense possibilidades de gestão do negócio. “A falta de domínio de habilidades e ferramentas empreendedoras acaba impedindo o estabelecimento, desenvolvimento e ampliação de um mercado consumidor”, explica.

Para ela, a Economia Colaborativa estimula a força da comunidade, possibilitando maior visibilidade na cadeia produtiva do artesanato. “Além disso, pode baratear processos e custos de fabricação, aquisição de insumos, impactando diretamente no aumento do lucro, otimização dos processos e consequentemente na sustentabilidade financeira da atividade”, explica.

Já Magna Domingos complementa que a economia colaborativa é sustentável, pois estimula o uso responsável dos recursos naturais e o comércio justo, com o consumo solidário e consciente. “O artesanato também está inserido na economia criativa e precisa ser cada vez mais revelado, mais tangibilizado, aproveitando as novas possibilidades tecnológicas e modelos de gestão e comunicação”, explica.


(Com Assessoria)

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorCriança rola 20 degraus ao cair na escadaria do parque Serra Azul
Próximo artigoCasal que se conheceu no cemitério está de casamento marcado