Dia das Mães: 8 em cada 10 brasileiros não pretende promover encontros familiares

Os dados ainda apontam que  38,1% ficará em casa e sem receber visitas

(Foto: Freepik)

O Dia das Mães, pela segunda vez, acontece em meio à pandemia e, neste ano, com uma bagagem ainda maior de exaustão. O distanciamento social ainda é regra, então, somente 20,7% dos brasileiros considera ir até casa da mãe ou sogra como uma opção.

Foi o que revelou uma pesquisa realizada pela Hibou – empresa de monitoramento de mercado e consumo -, em parceria com a Scoregroup.

Pesando no isolamento social, 62,8% dos brasileiros acredita que a data ainda será em meio às cidades parcialmente fechadas em função da covid-19. E uma parcela ainda menor, de 4,1%, acha que lojas e restaurantes estarão abertos para um almoço de família.

Visitar ou não visitar?

Antes da pandemia, 52,9% comemorava a data na casa da mãe ou da sogra e, agora,  essa opção está nos planos de apenas 20,7% da população. Os dados ainda apontam que  38,1% ficará em casa e sem receber visitas.

Fazer uma vídeo conferência com a família é uma possibilidade interessante para 9,4%.

Antes da covid-19, 25,9% recebia a família em casa e 19,3% almoçava em restaurantes.

Pratos mais queridos

A pesquisa trouxe traz ainda um “top 10” dos pratos mais amados no Dia das Mães: churrasco, lasanha, macarronada, pudim, maionese, macarrão, feijoada, pavê, carne assada e nhoque.

Em relação à organização da comida e da cozinha, em 37,9% das famílias todo mundo ajuda um pouco, 22,5% deixam a responsabilidade com a “mãe” da família, 13,7% acredita que é tarefa de qualquer um, menos da “mãe”, 11,4% pede em restaurante e 10,6% acha que quem tem que cozinhar é o dono da casa.

Um total de 2.691 brasileiros respondeu a pesquisa de forma digital, entre 6 e 7 de abril de 2021, garantindo resultado com 1,9% de margem de erro. A pesquisa engloba níveis de renda ABCD e todas as faixas etárias, de entrevistados em São Paulo, Porto Alegre, Belo Horizonte, Rio de Janeiro, Salvador, Curitiba, Brasília, Recife e Manaus.

(Com Assessoria)

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorNovo grupo prioritário
Próximo artigoPassa muito tempo sentado? Alivie a tensão em 9 minutos