Dia das Crianças: confederação do comércio espera queda nas vendas

A data é a terceira mais importante para o setor e, em Cuiabá, lojas e shoppings devem abrir, apesar do feriado

Na próxima segunda-feira (12), comemora-se o Dia de Nossa Senhora Aparecida, Padroeira do Brasil. Para o comércio, no entanto, os olhos estão voltados para o Dia das Crianças – que divide a comemoração na data. Shoppings e o comércio de rua em Cuiabá estão autorizados a abrir, apesar de ser feriado.

O documento, assinado pelo prefeito Emanuel Pinheiro (MDB), estipula o horário de funcionamento das 11h às 22h. Além de respeitar o horário estipulado, os empresários que optarem por abrir devem pagar em dobro o dia trabalhado aos seus funcionários.

Em Cuiabá, a expectativa da Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) é de aumento de 3% nas vendas, quando comparado com o mesmo período do ano passado. As lojas de brinquedo é que devem faturar mais. O setor aguarda que as vendas sejam parecidas com as do Natal.

“Muita gente, como é costume do brasileiro, deixa para comprar o presente em cima da hora ou até mesmo no dia da comemoração, portanto, a expectativa é boa e o esperado é que as lojas optem por abrir as portas nesta data”, avaliou o superintendente da CDL, Fábio Granja.

CNC prevê queda

Mas a Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC) projeta uma retração de 4,8% nas vendas. Segundo a instituição, esta é a primeira retração depois de quatro anos, mas não é a pior já registrada, pois a queda em 2016 foi de 8,1%.

A data é a terceira mais importante para o varejo nacional, atrás apenas do Natal e do Dia das Mães. A expectativa é de movimentar R$ 6,2 bilhões neste ano.

O único setor com expectativa de crescimento para a data é o de hiper e supermercados, que devem movimentar R$ 4,4 bilhões, uma alta 3,2%. O segmento de brinquedo e eletroeletrônicos deve registrar queda de 2,5% e deixar de arrecadar R$ 1,3 bilhão.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorSem porta-voz
Próximo artigoGaeco desmancha suposta organização que fraudava contratos de seguradora em Cuiabá