Detento foge de presídio usando escada e agentes só descobrem porque vizinho avisa

Um vizinho do presídio foi até a porta avisar ter visto o detento pulando o muro; até esse momento, ninguém havia percebido

(Foto: Ednilson Aguiar/O Livre)

Um detento de 20 anos, que estava preso no Centro de Ressocialização de Cuiabá (CRC), antigo Carumbé, fugiu no último domingo (10) e os agentes penitenciários só perceberam depois que um vizinho do presídio foi até o portão avisar.

Um agente penitenciário registrou um boletim de ocorrência contando que estava de plantão na torre 1 do CRC, de onde não tem visão da marcenaria, que fica atrás da antiga fábrica de placas do presídio.

O detento, então, aproveitando que não estava no campo de visão, usou uma escada – feita com vigas de madeira e uma rede de nylon com gancho de ferro – e, assim, teve acesso à rua.

Ele estava em prisão provisória e tinha autorização para trabalhar na horta da penitenciária, por isso teve acesso fácil ao muro.

A princípio, ninguém deu falta do jovem. A fuga só foi descoberta porque um morador da região, que passava pelo local, viu o momento que o detento pulou o muro, foi até o portão do CCC e avisou os agentes prisionais.

Imediatamente foi iniciada uma busca por ele. A varredura foi até o Bairro Morada do Ouro, em Cuiabá, passando pelos fundos do CRC, onde há inúmeras chácaras, mas até o registro da ocorrência ele não foi encontrado.

O detento tem passagens por crimes de tortura e associação criminosa e, de quando era menor de idade, por roubos, tentativa de homicídio e tráfico de drogas.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorApós briga por drogas, homem esfaqueia a esposa e é condenado a 14 anos de prisão
Próximo artigoIgreja na Guia recebe intervenção artística de brasileiro radicado em Miami