Despache sua mala de graça

MP que põe fim a cobrança pelo despacho de bagagens é aprovada

(Foto: Divulgação)

O Senado Federal aprovou nessa quarta-feira (22) a chamada medida provisória das companhias aéreas, pondo fim a cobrança pelo despacho de bagagens em voos domésticos e permitindo a participação de 100% de capital estrangeiro nas empresas aéreas brasileiras.

Pela nova regra, o passageiro poderá levar, sem cobrança adicional, uma mala de até 23 kg nas aeronaves que possuem mais de 31 assentos, de 18 kg nos aviões que têm entre 21 e 30 assentos, e de 10 kg nos que possuem até 20 assentos.

Desde junho de 2017, os passageiros eram obrigados a pagar um valor adicional por qualquer bagagem que fosse despachada, sendo gratuito apenas o transporte de malas de mão de até 10 kg. Quanto a participação acionária, era permitido apenas 20% de capital estrangeiro.

O senador por Mato Grosso Wellington Fagundes (PR) comemorou a aprovação em seu perfil no Instagram nesta quinta-feira (23), ressaltando que a atuação de empresas estrangeiras no Brasil, deve reduzir o custo das passagens. O texto segue agora para sanção do presidente Jair Bolsonaro (PSL).

 

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorGuedes prevê aprovação da reforma da Previdência de 60 a 90 dias
Próximo artigoAMM participa do Congresso Nacional de Improbidade Administrativa

O LIVRE ADS