Desembargador condenado por venda de sentenças vai para o regime semiaberto

O desembargador Evandro Stabile foi aposentado compulsoriamente e estava preso desde setembro de 2018

(Foto:Ednilson Aguiar/ O Livre)

O desembargador do Tribunal de Justiça de Mato Grosso, Evandro Stábile, aposentado compulsoriamente e preso desde setembro de 2018, ganhou liberdade nesta segunda-feira (20). Na última semana, a Justiça autorizou que ele cumpra pena em regime semiaberto.

Stábile estava preso no Centro de Custódia da Capital e passou por audiência admonitória nesta tarde, com o juiz da Vara de Execuções Penais, Geraldo Fidelis.

Condenado a seis anos por venda de sentenças quando estava no Tribunal Regional Eleitoral (TRE), Stábile conseguiu direito a progressão de pena na sexta-feira (17), quando teve o pedido de remição de 16 dias de sua pena atendido. O esquema foi descoberto na Operação Asafe, que resultou no recebimento de denúncia contra 37 pessoas.

Agora, no semiaberto, o desembargador deverá cumprir com algumas medidas cautelares, como estar em sua casa no período entre 22h e 6h. Apesar da cautelar que prevê a necessidade do trabalho, por ser aposentado, ele não tem a obrigação de cumpri-la. Stábile também passou a ser monitorado por tornozeleira eletrônica.

Advogado de defesa, Akio Maluf Sasaki disse à imprensa que o desembargador ainda não sabe o que fará daqui para frente. Segundo ele, sua vontade maior é ir para casa e ficar com a família.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorGame of Thrones comete nova gafe, agora com garrafa d’água
Próximo artigoFãs também são culpados por Daenerys, diz Kit Harington

O LIVRE ADS