Descompasso judicial

OAB-MT diz que fechamento no TJMT não está justificado e reclama de ferramenta disponíveis para advogados

(Foto:Ednilson Aguiar/ O Livre)

A Ordem dos Advogados do Brasil em Mato Grosso (OAB-MT) cobrou da presidente do Tribunal de Justiça, desembargadora Maria Helena Póvoas, a reabertura do Judiciário. 

A presidente da Ordem, Gisela Cardoso, diz que as ferramentas disponibilizadas para os advogados “não são satisfatórias” e têm causado dificuldades no trabalho. As reclamações foram feitas em reunião nessa segunda-feira (24). 

“A OAB-MT reconhece as dificuldades enfrentadas em razão da pandemia. No entanto, a exemplo de outros Poderes e órgãos, entendemos que não se justifica, neste momento, o fechamento das portas, mas sim a adoção de medidas que visem diminuir a possibilidade de contágio”, disse Gisela. 

O Judiciário está há 15 dias com atividade remota e teletrabalho. A presidência resolveu readotar a medida por aumento no contágio diário do novo coronavírus e surto da gripe H3N2. 

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorO Programa de Retomada Fiscal – REFIS
Próximo artigoGoverno Federal decreta luto por morte de Olavo de Carvalho