Desafios em Superação

O ano gêmeo, 2020 se aproxima do final e entra para a história como um marco desafiador para a saúde e a economia. As ondas turbulentas de um mar agitado impuseram regras temidas, algumas necessárias, outras discutíveis aos diversos setores produtivos, entre as imposições governamentais a mais temida abalou muitos pilares econômicos, a do fechamento; a restrição total ou parcial desta medida parecia cruel demais e sufocante para manter de pé uma empresa. Uma difícil equação foi imposta, como gerar desenvolvimento econômico, se o produto ou serviço não podem ser produzidos?  Posteriormente veio a resposta, ou alternativa para manter vivo um CNPJ,  a flexibilização. Na pratica permitiu mais fôlego para honrar salários, tributos e custos junto a fornecedores, claro que lucratividade não foi à meta, era inatingível, a sobrevivência já era o suficiente.

Todas as medidas tomadas que ditaram as economias mundiais foram questionadas, quando a situação ultrapassou o limite da possibilidade de manter-se de pé, a pergunta importante era, será que o enfrentamento a pandemia pode ter consequências piores  do que os males que ela causa? Esta pergunta todos nós fazemos, até porque sabemos; nenhuma decisão é fácil quando o que esta em jogo é a preservação da vida, diante de uma pandemia que ainda abala o mundo.

Em nome da vida é o que nos deu força e ampliou nossa responsabilidade enquanto empresário, em manter empregos, salários em dia, projetando alternativas para manter a saúde de empresas, e de quem a faz a crescer todos os dias, nossos colaboradores.

Para encontrar equilíbrio a união de esforços, o uso de todo o potencial criativo e produtivo foi e ainda é nosso escudo protetor em meio ao cenário ainda presente. Estamos buscando ainda manter a saúde de nossa família, amigos, parceiros, funcionários e de nossas empresas, a saúde financeira de um gerador de renda é força motriz que nos permite vencer as grandes dificuldades impostas.

Estamos juntos nessa etapa, ainda com desafios pela frente, mas a superação necessária se faz todos os dias. Estamos vivendo algo que será contado eternamente na história da humanidade, o ano em que choramos muitas perdas,  entre elas, a pior, a presença de muitos.  O ano em que muitos sonhos se desfizeram, muitas empresas fecharam, infelizmente,  o ano em que a medicina esteve em pauta todos os dias, nos revelando uma corrida pela vida, pela descoberta da vacina que irá dizimar a Covid 19, e assim quem sabe abrir um outro horizonte, nos permitir entrar em 2021.

No novo ano que já quase rompe almejamos ser um outro marco, o ano histórico para a humanidade, o ano em que o mal pandêmico foi vencido, e assim verdadeiramente vamos contabilizar e celebrar a vida e refazer sonhos.

Amir Maluf, CEO do Grupo São Benedito

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorIdoso sofre mal súbito durante pescaria, cai no Rio Coxipó e morre
Próximo artigoHotéis de Cuiabá promovem ofertas nas hospedagens para o Natal e Ano Novo