Deputados votaram contas com promessa de receber R$ 6 milhões em emendas

Botelho informou que dívida total de emendas impositivas está em R$ 250 milhões

(Foto:Ednilson Aguiar/ O Livre)

Os deputados estaduais aceitaram a promessa do governo de pagar R$ 6 milhões em emendas nos próximos 15 dias e destravaram a votação das contas as contas de 2016 do governador Pedro Taques (PSDB), que foram aprovadas na noite de quarta-feira (6). A votação foi feita com seis meses de atraso, pois os deputados pressionavam pelo pagamento das emendas e atendimento de indicações.

O acordo foi feito em reunião entre deputados da base aliada e os secretários de Fazenda, Rogério Gallo, e do Gabinete de Governo, Domingos Sávio, segundo informou o presidente da Assembleia Legislativa, Eduardo Botelho (DEM). Botelho informou que a dívida total de emendas impositivas está em torno de R$ 250 milhões.

“As emendas não vão mais ser pagas, mesmo”, admitiu. “Não tem mais como pagar tudo, mas pode pagar pelo menos parcialmente. Os secretários prometeram pagar uns R$ 6 milhões até o dia 15 desse mês e depois liberar semanalmente alguma coisa. Vão mostrar a situação da arrecadação ponto a ponto e discutir”, explicou.

O presidente destacou a “boa vontade dos deputados” em aprovar projetos de interesse do governo, mesmo com as dívidas que o Poder Executivo acumula com o Legislativo. “Garantido mesmo é só R$ 6 milhões. Na verdade, não houve muito avanço. Houve mais boa vontade dos deputados do que avanço por parte do governo. Para quem deve R$ 240 milhões, não é muita coisa, mas é uma sinalização que está disposto a conversar e os deputados estão dando esse crédito para o governo”, disse.

Botelho lembrou que, em 2017, além de pagar poucas emendas, o governo ainda atrasou repasses dos duodécimos da Assembleia. “No ano passado não houve pagamento de nada, nem duodécimo não foi certo, e a Assembleia manteve firme com o governo, votando PEC, votando RGA, negociando tudo para ajudar o governo. E agora, mais uma vez Assembleia está dando esse crédito para que o governo pague. Nem estamos cobrando que ele pague R$ 200 milhões que deve de emendas, mas que pague alguma coisa”, concluiu.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

2 COMENTÁRIOS

  1. É uma vergonha as ações destes deputados e governador. O toma lá da cá e´visível e não se envergonham disso. “Você aprova as contas e eu libero as emendas”. Dá vergonha de ser brasileiro, de ser do Mato grosso. Senhores deputados vocês são piores que os declaradamente bandido que estão presos ou foragidos, vocês são a pior raça, uma escória que aparecem como bonzinhos para roubar. Vocês vão pagar cara esta safadeza.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorFestivais de cinema, música autoral e circo agitam MT no fim de semana
Próximo artigoBebês de 6 meses a 3 anos têm preferência em espetáculo no fim de semana