Deputados federais de MT superam gastos de gabinete dois meses antes de fechar ano

Leonardo Albuquerque (SD) e Emanuelzinho (PTB) gastaram quase meio milhão com divulgação de atividades e transportes

Deputado federal Leonardo Albuquerque (Foto: Ednilson Aguiar/ O Livre)

Deputados federais de Mato Grosso mantiveram em 2021 o aumento frequente dos gastos com atividades parlamentares. Os oito atingiram o mesmo patamar de gastos que o de 2020, dois meses antes do fechamento do ano. 

Conforme o balanço disponível na página oficial da Câmara dos Deputados, a bancada de Mato Grosso gastou R$ 2,6 milhões até outubro. A cifra fechou 2020 em R$ 2,7 milhões. 

Houve mudança no ranking dos deputados que mais gastaram. Leonardo Albuquerque (SD) liderava até outubro com R$ 404.899. Cerca de um quatro dessa quantia (R$ 113 mil) foi para a divulgação das próprias atividades; alugueis de veículos somaram R$ 100 mil. 

Emanuel Pinheiro Neto (PTB) foi o vice-campeão em gastos. As despesas dele somaram R$ 403.752. A maior parte foi para a compra de passagem área (R$ 136 mil). Logo a seguir aparecem os gastos com atividades parlamentares (R$ 93 mil). 

Juarez Costa (MDB) fecha o “pódio” com R$ 383.806. Ele também gastou mais da metade do dinheiro com divulgação de suas atividades e alugueis de veículos. Esses serviços do gabinete dele custaram R$ 157 mil e R$ 135 mil, respectivamente. 

Os deputados federais com menos gastos foram, também por ordem de cifra: o suplente Valtenir Pereira (MDB) com R$ 204 mil; Carlos Bezerra (MDB) com R$ 226 e Rosa Neide (PT), com R$ 283 mil. 

Os gastos estão de acordo com a atualização dos dados disponível no site da Câmara dos Deputados até hoje (3). 

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anterior“Depende do resultado do exame clínico”, diz médico de Bolsonaro sobre cirurgia
Próximo artigoHomem-Aranha: Sem Volta Para Casa já é a 12ª maior bilheteria da história