Deputados de MT pedem CPI para investigar aumento da conta de energia

Proposta tem como base um abaixo-assinado com mais de 9 mil apoiadores

(Foto: Ednilson Aguiar/ O Livre)

A Assembleia Legislativa de Mato Grosso (ALMT) pode instaurar nos próximos dias uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) para investigar as razões do aumento nas contas de energia elétrica no Estado.

O pedido foi apresentado pelo deputado estadual Elizeu Nascimento (DC) com base em um abaixo-assinado on-line que, na última terça-feira (8) – quando o requerimento foi apresentado na ALMT – tinha aproximadamente 9 mil apoiadores.

Na justificativa para a criação da CPI, Elizeu Nascimento citou eventuais irregularidades e um “aumento abusivo” da tarifa. Também rumores de que houve um enxugamento no quadro de funcionários da concessionária e denúncias no Procon estadual sobre má prestação do serviço.

Deputado Elizeu Nascimento foi quem apresentou o pedido pela CPI (Foto: Ednilson Aguiar/ O Livre)

Para ser instalada na ALMT, uma CPI precisa do apoio de oito deputados. No caso desta, 19 assinaram o requerimento escrito por Elizeu Nascimento.

De acordo com a assessoria do deputado, ainda é preciso, no entanto, um parecer da Procuradoria da Casa para que os trabalhos tenham início.

A reportagem do LIVRE tentou contato com a assessoria da Energisa – concessionária responsável pelo serviço –, mas não obteve retorno até o momento. O espaço continua aberto para manifestação.

(Com assessoria)

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

O LIVRE ADS