“Depois de Messi seremos só mais um timinho”, diz Maradona

Diego Maradona, disse que não se surpreendeu em nada com a eliminação da Argentina

Foto: Roman Kruchinin /AFP

Em entrevista à emissora Telesur, o jogador campeão do Mundial em 1986, Diego Maradona, disse que não se surpreendeu em nada com a eliminação da Argentina.

Ele afirmou que depois da derrota de 4 a 3 para a França, “a Argentina só será mais um timinho” depois de Lionel Messi que terá 35 anos em 2022 e talvez não continue na seleção para disputa da próxima edição do torneio.

Questionado sobre o desempenho da equipe Maradona considerou que argentina se viu crua em um momento onde eu jogadores deveriam ter mais experiência viesse. “Como equipe não temos objetivo, não sabemos atacar, não sabemos o que fazer quando temos a bola”, disse ele.

Ele minimizou a responsabilidade dos jogadores e cobrou “soluções” do presidente da Associação de futebol argentino, Cláudio Tapia. Além disso, criticou situação financeira do país.

(Agência Brasil associada à EFE)

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorCroácia elimina a Dinamarca nos pênaltis e está nas quartas de final
Próximo artigoRoubo a banco para Getúlio Vargas, em Cuiabá; polícia fez “pente fino” na região