Deltan Dallagnol, chefe da Lava Jato no MP, fará palestra em Cuiabá

O procurador vai fazer uma palestra durante a Ecomep, encontro que também terá entre os seus participantes o ex-procurador-geral da República Rodrigo Janot

Rio de Janeiro - Procurador do Ministério Público Federal e coordenador da força tarefa da Operação Lava Jato, Deltan Dallagnol, fala no Congresso da Associação Brasileira de Private Equity & Venture Capital (Fernando Frazão/Agência Brasil)

O coordenador da força-tarefa da Operação Lava Jato em Curitiba, Deltan Dallagnol, virá a Cuiabá no próximo dia 15, às 19h. Esta é a segunda vez (a primeira foi em 2015) que Deltan virá a Cuiabá. Sua palestra fará parte da programação do 1º Encontro Mato-grossense de Estudantes e Profissionais das áreas de Direito, Administração, Contabilidade, Economia e Marketing (ECOMEP), a ser realizado entre os dias 15 e 18, no Centro Eventos do Pantanal, em Cuiabá (MT).

Procurador da República desde 2003, formado pela Universidade Federal do Paraná, com mestrado na renomada Universidade Harvard, Deltan Dallagnol, é especialista em crimes contra o sistema financeiro e lavagem de dinheiro. Seu projeto “Dez medidas contra a corrupção”, apoiado pelo Ministério Público Federal, superou dois milhões de assinatura. Em 2015, recebeu prêmio do Global Investigations Review, portal de notícias considerado como um dos principais canais sobre investigações contra a corrupção no mundo.

Sua palestra vai tratar justamente do combate à corrupção no Brasil. Ao lado do juiz Sérgio Moro e de outros 10 procuradores, ele lidera a força-tarefa que já levou políticos, empresários e lobistas para a cadeia como parte das investigações ora em curso na capital paranaense. Entre os condenados na operação estão o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), o ex-presidente da Câmara dos Deputados Eduardo Cunha (MDB), o ex-governador do Rio de Janeiro Sérgio Cabral (MDB), entre outros.

Além de Dallagnol, o ex-procurador-geral da República, Rodrigo Janot, também virá à cidade no mesmo evento para proferir, igualmente, uma palestra para os participantes do evento. No ano passado, além do presidente Temer, Janot denunciou ao Supremo Tribunal Federal (STF), entre outros, os irmãos Joesley e Wesley Batista, do Grupo JBS, os ministros Eliseu Padilha, Moreira Franco, Henrique Alves, Geddel Vieira Lima e o ex-deputado Eduardo Cunha.

O empresário Robinson Shiba, dono da franquia China in Box, também vai participar do evento. Sua palestra será no dia 15 de maio. A ideia é que ele conte um pouco da sua história pessoal, como filho de imigrantes que vieram ao Brasil, e a forma como ele deu início ao seu grupo empresarial.

Os interessados em participar do ciclo de palestras do 1º ECOMEP podem se inscrever diretamente no site www.ecomep.com.br ou pelo link ingressos.ecomep.com.br.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorArtistas haitianos homenageiam amigos em música emocionante; Veja o vídeo!
Próximo artigoJovem de 16 anos é baleado depois de perguntar as horas a criminoso

O LIVRE ADS