Delivery suspenso

Juiz manda interromper atividades do aplicativo que entregava combustível em casa

O aplicativo GOFit, utilizado para entrega de combustível em casa, está suspenso no município do Rio de Janeiro enquanto não houver regulamentação do serviço e autorização de funcionamento pela Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP).

A decisão é do juiz Marcio Alexandre Pacheco da Silva, da 45ª Vara Cível do Rio, que acolheu nesta quarta-feira (6), pedido de liminar do Sindicato do Comércio Varejista de Combustíveis e Lubrificantes e de Lojas de Conveniência do Município do Rio de Janeiro (Sindcomb).

O não cumprimento da decisão acarretará multa diária de R$ 100 mil.

LEIA TAMBÉM

“Para a prática da atividade de revenda de combustíveis, é imprescindível a prévia autorização da ANP e o preenchimento de requisitos rigorosos, inclusive referentes às exigências dos órgãos ambientais”, explicou o juiz Marcio Alexandre.

A Agência Brasil tentou contato com o aplicativo GOFit, mas até o fechamento da matéria não obteve resposta.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorGrampolândia: MPE fala em favorecimento e promiscuidade; saiba como foi 1° dia de julgamento
Próximo artigoDefesa de Taques quer que Grampolândia seja analisada pela Justiça Eleitoral