Delegado nega suborno em vídeo e lamenta: “acontece muitas vezes”

O delegado Sérgio Araújo Ribeiro diz que contrabandistas deixam valor reservado para subornar policiais

O delegado Sérgio Araújo Ribeiro, de Sinop, gravou o momento em que um suposto contrabandista ofereceu propina no valor de R$ 60 mil para que não fosse detido em flagrante. O registro foi feito há duas semanas, no dia 9 de março, quando o comerciante Wagner Gomes Ferreira, de 47 anos, foi preso com cerca de 100 caixas de cigarros contrabandeados.

Em entrevista ao LIVRE nesta sexta-feira (23), o delegado afirmou que o vídeo é apenas um exemplo do que acontece frequentemente no combate ao crime. Ribeiro diz que o suborno é algo ao qual ele teve que driblar desde o início da carreira, mas que criou para si uma fama positiva entre os marginais.

“Isso acontece muitas vezes. Eu iniciei a carreira há 10 anos. Na primeira semana de delegado já me ofereceram um troço destes, este cara eu prendi. Lá em Colíder, onde eu trabalhava, chegou um tempo que ninguém me oferecia porque sabia que ia ser preso”, orgulha-se ele.

O vídeo em que a tentativa de suborno é flagrada foi gravado com a ajuda de um dos policiais da delegacia. Na gravação, o comerciante Wagner Gomes Ferreira diz que venderia parte das cargas e entregaria o valor de aproximadamente R$ 60 mil para o delegado. Em troca, o flagrante seria aliviado. “Eu o deixei falando até configurar o flagrante”, comenta Ribeiro.

O acusado insiste duas ou três vezes enquanto é gravado. Segundo o delegado, Wagner já vinha oferecendo suborno desde que a sua carga foi interceptada na estrada. O celular de um dos policiais foi colocado na mesa, sem que o suspeito percebesse.

“Como eles pegam a mercadoria no Paraguai eles já vem com a quantidade de recursos suficientes para ir subornando os policiais. No celular dele nós encontramos áudios e mensagens em que ele combinava estes pagamentos”, esclarece o titular da delegacia de Sinop. O comerciante já foi preso outra vez em Alta Floresta, também por contrabando.

 

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorFávaro abre portas do PSD a Selma
Próximo artigoJuízes vão ao CNMP contra promotor do Gaeco em MT