Delatado, mas a culpa é da imprensa

Ezequiel Fonseca culpa a imprensa pela derrota nas urnas na disputa pela reeleição

Flagrado em vídeo recebendo maços de dinheiro que supostamente seriam relativos à propina, o deputado federal Ezequiel Fonseca (PP) culpa a imprensa pela derrota nas urnas na disputa pela reeleição. Com 58,4 mil votos a menos que em 2014, ele amargou a 4ª suplência da coligação “A força da união II”.

O parlamentar é alvo de inquérito no Supremo Tribunal Federal (STF) por suposto recebimento de propina quando ainda era deputado estadual. Os valores ilegais seriam pagos pelo ex-governador Silval Barbosa para manter apoio aos projetos do governo na Assembleia Legislativa.

“A mídia me pegou e colocou como sendo o ator principal desse episódio, atrapalhando muito a minha reeleição. Espero que a imprensa possa fazer diferente, porque fez tudo o que poderia ser feito para acabar com a minha candidatura. Eu era o único cidadão mato-grossense que quebrou Mato Grosso, que fez todas as falcatruas possíveis. Agora pago o preço”, declarou o progressista em entrevista à Rádio Capital FM, na manhã desta terça-feira (16).

Segundo ele, que foi citado em delação do ex-governador, a Polícia Federal ou a Justiça nunca o chamou para esclarecer os fatos. O deputado nega as acusações.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

1 COMENTÁRIO

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorMinistro do STF arquiva denúncia contra deputado José Mentor
Próximo artigoKu Klux Klan motiva bate-boca entre Haddad e Bolsonaro no Twitter

O LIVRE ADS