Deficit de R$ 1,3 bi nos municípios

Mesmo com auxílio emergencial do Governo Federal, deverá faltar algo em torno de R$ 400 mi para as prefeituras em MT

(Foto: Ednilson Aguiar/ O Livre)

O presidente da Associação Mato-grossense dos Municípios (AMM), Neurilan Fraga, avalia que, apesar do auxílio emergencial para os municípios do Estado somar quase R$ 1 bilhão, em quatro parcelas, as prefeituras ainda deverão amargar prejuízos na ordem de R$ 400 milhões em razão da crise econômica provocada pela pandemia de coronavírus.

De acordo com Neurilan, um estudo feito pela AMM estimou que a queda na arrecadação de impostos será na ordem de R$ 1,3 bilhão por conta da pandemia.

Nesta terça-feira (9), o presidente da República Jair Bolsonaro liberou a primeira parcela do auxílio emergencial aos Estados e municípios. Mato Grosso recebeu R$ 599 milhões, deste montante, R$ 240,5 milhões foram distribuídos aos 141 municípios de Mato Grosso.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anterior“Dinheiro não fará diferença”: rede privada de saúde se aproxima do colapso
Próximo artigoNegativados serão beneficiados