Deficiência rara faz com que mulher ouça corrente sanguínea e movimento dos olhos

Ela nasceu sem grande parte do osso temporal e por isso muitos ruídos não são filtrados

Vez ou outra, em situações de profundo silêncio, é normal ouvir partes involuntárias de seu corpo funcionando como o estômago e o coração.

Porém, para a escocesa Gemma Cairns a situação é bem diferente. Devido a uma condição completamente rara, ela consegue escutar sua corrente sanguínea, o movimento dos globos oculares, além de diversos outros sons do corpo humano. Essa situação pode gerar certo desconforto…

A mulher de 32 anos possui uma pequena, mas grave deficiência em seus ouvidos. Ela nasceu sem grande parte do osso temporal e por isso muitos ruídos não são filtrados. Após descoberta a sua condição, ela teve que passar por duas cirurgias. Uma já foi realizada nesse mês de setembro e outra acontecerá somente em outubro.

Os dois ouvidos não podiam ser operados no mesmo dia por conta de seu papel primordial no equilíbrio do corpo e da locomoção. Em entrevista ao Daily Record, Gemma contou que o som dos olhos se movimentando na órbita é muito parecido com o de uma bexiga sendo esfregada.

Ela torce para que, após a recuperação das cirurgias, ela finalmente consiga viver uma vida normal sem tantos sons tirando sua paz de espírito.