Defesa diz que empresário com mandado de prisão em aberto está em viagem

Apartamento de Eder Pinheiro, em Brasília, vinculado à empresa Verde Transporte, foi alvo do Gaeco hoje pela manhã na terceira fase da Rota Final

(Foto: Reprodução / MP-MT)

Um empresário que mora em Brasília foi alvo da Operação Rota Final do Grupo de Atuação Especial contra o Crime Organizado (Gaeco) e do Núcleo de Ações de Competência Originária (Naco), deflagrada nesta sexta-feira (14). 

O alvo é o empresário Eder Pinheiro, ligado à empresa Verde Transportes, que tem um mandado de prisão em aberto, com endereço no Distrito Federal. 

“O pessoal do Gaeco esteve hoje de manhã no apartamento dele, em Brasília, mas o empresário está viajando. Assim que possível ele vai se apresentar, não podemos garantir que seja hoje, mas ele vai”, afirmou o advogado Ricardo Monteiro. 

A defesa disse que estuda o teor da ação para saber qual é a suposta participação de seu cliente nos crimes investigados na terceira fase da operação. Conforme o Ministério Público do Estado (MPE), cerca de R$ 86 milhões em bens e dinheiro em contas bancárias serão sequestrados e bloqueados. 

A terceira fase da Rota Final envolve o deputado estadual Dilmar Dal Bosco (DEM) e ex-deputado estadual Pedro Satélite, dois empresários e um assessor parlamentar. 

Os alvos são investigados pelos crimes de corrupção, lavagem de dinheiro e fraude a licitação do setor de Transporte Coletivo Rodoviário Intermunicipal de Passageiros de Mato Grosso (STCRIP-MT). 

As informações atualizadas até o momento indicam ações em Cuiabá, Sinop e Brasília. 

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorMortes de pessoas com idade entre 30 e 39 anos aumentam 92% em MT
Próximo artigoTJ nega pedido de empresário para retomar gerência do Ganha Tempo