Decreto de Bolsonaro abre espaço para que iniciativa privada trabalhe junto ao SUS

O projeto busca diminuir a burocratização e aumentar a viabilidade econômica do deficitário sistema de saúde brasileiro

(Foto: agência Brasil)

O governo federal publicou no Diário Oficial da União desta terça-feira (27) um decreto, assinado pelo presidente Jair Bolsonaro e o ministro da Economia, Paulo Guedes, que autoriza a equipe econômica a preparar um modelo para privatizar as unidades básicas do Sistema Único de Saúde (SUS).

O decreto incluiu apenas as unidades básicas de saúde, e busca trazer um sistema de Parcerias de Investimentos (PPI), além de um programa de concessões e privatizações dessas unidades.

Hoje, o Brasil tem 44 mil unidades básicas de saúde, muitas delas sucateadas. Ainda não há uma estimativa de quantas nem quais podem ser incluídas no plano de concessões

O programa deve diminuir a burocracia do Sistema Único de Saúde além de aumentar a viabilidade econômica do deficitário sistema de saúde brasileiro.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorFávaro: “influência maléfica” em pesquisa
Próximo artigoSem polêmica com a vacina