De “namoradinha” a “noiva”: depois de reunião, Regina Duarte e Bolsonaro renovam status

Na próxima quarta-feira (22) ela estará em Brasília para conhecer a Secretaria Especial de Cultura

Regina Duarte se encontrou com Bolsonaro e Luiz Eduardo Ramos, secretário de Governo (Reprodução Twitter)

Depois do encontro nesta segunda-feira no Rio de Janeiro, a assessoria do Palácio do Planalto informou via nota que ela e o presidente estão “noivando”. Tanto é que na próxima quarta-feira (22) a atriz estará em Brasília para conhecer a Secretaria Especial de Cultura do governo federal, de acordo com a mesma nota.

Ambos se encontraram no Aeroporto Santos Dumont para discutir sobre o futuro da pasta. Foi pouco antes de Bolsonaro de voltar a Brasília, às 15h, após visita ao prefeito do Rio, Marcello Crivella, e reunião com militares.

O presidente confirmou o alinhamento com postagem no Twitter: “Tivemos uma excelente conversa sobre o futuro da cultura no Brasil. Iniciamos um ‘noivado’ que possivelmente trará frutos ao país”.

Regina Duarte foi convidada pelo presidente para assumir o cargo de secretária após a exoneração do dramaturgo Roberto Alvim, na semana passada.

Mãe de três filhos e avó de seis netos, Regina Duarte nasceu no dia 5 de fevereiro de 1947 e trabalha como atriz há 54 anos

Exoneração

O cargo de secretário especial da Cultura ficou vago após a exoneração de Roberto Alvim na última sexta-feira (17), depois da repercussão negativa de um vídeo sobre o lançamento do Prêmio Nacional das Artes. Divulgado pelo então secretário, em sua conta no Twitter, o vídeo contém trechos que remetem a um discurso do ministro da Propaganda nazista, Joseph Goebbels.

No vídeo, o secretário fala sobre o lançamento do Prêmio Nacional das Artes e sobre o que seria o ideal artístico para a pasta. Como música de fundo, o secretário escolheu uma ópera do compositor alemão Richard Wagner, o preferido do líder nazista Adolph Hitler.

*Colaborou Alana Gandra

(Com Agência Brasil)

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorEm Cuiabá, embalagens descartáveis viram créditos de celular e até desconto em livraria
Próximo artigoMT terá R$ 2 bi em investimentos dos fundos constitucionais

O LIVRE ADS