De 1980 para 2020: cinco profissões que especialistas acreditaram ser “do futuro”

Eles passaram raspando. Nossa aposta é que, em mais 20 anos, algumas sejam possíveis

(Foto: Reprodução)

Para quem fez o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) em 2019 e pretende começar um curso superior neste ano, o prazo para definir que carreira seguir tem início nesta terça-feira (21).

O Sistema de Seleção Unificada (Sisu) abre o calendário dos processos seletivos para as universidades federais. São 237 mil vagas em 128 instituições de ensino superior públicas.

Mas escolher a profissão que se pretende seguir (muito provavelmente) pelo resto da vida, não é tarefa tão simples assim.

Para quem está em dúvida, um caminho é procurar as dicas de especialistas sobre quais serão as profissões do futuro. Mas será que eles sempre acertam?

LEIA TAMBÉM

O blog da Betway, site de cassino online, recentemente, provou que a respostas é “quase”. Listou cinco previsões sobre as “profissões do futuro” feitas no final dos anos 1980.

Aquela década marcou o início de um mundo cada vez mais conectado e automatizado e, considerando isso, o jornal Press and Sun-Bulletin, de Nova York, publicou um artigo com diversos especialistas.

A publicação saiu no dia 5 de setembro de 1988 e os profissionais imaginaram como seria o mercado de trabalho em 2020.

  1. Gerente de hotel no oceano

Pela previsão dos especialistas da década de 80, em 2020 o mundo já deveria estar repleto de cidades flutuantes, construídas bem no meio do oceano.

As coisas não saíram exatamente como eles imaginaram, mas o plano de ter cidades no meio do mar continua de pé.

No início de janeiro, o programa Fantástico, da Rede Globo, mostrou uma exposição em Tóquio que projetava, entre outros cenários futuristas, a construção de uma cidade flutuante: a Oceanix.

  1. Consultor de bem-estar

Eles não recebem esse título, mas existem. O mundo mais acelerado tem feito cada vez mais pessoas procurarem orientação sobre como aproveitar melhor a vida.

Na lista dos profissionais que são procurados estão os psicólogos (aliás, os mais indicados), coachs, líderes religiosos e até influencers digitais.

  1. Especialista em Direito Esportivo

Sim, esporte é coisa séria a esse ponto. Existe atualmente uma legislação esportiva específica e muitas regras também podem estar previstas na Constituição e no Código Civil.

Logo, é possível que um advogado se dedique mais a este ramo do Direito e se torne um especialista. Agora, daí a ser uma profissão promissora, são outros quinhentos.

  1. Astrônomo lunar

Cobiçadíssima durante o período da Guerra Fria e responsável pelo crescimento da indústria espacial, a Lua não se mostrou tão interessante depois que o homem pisou lá pela primeira vez.

Atualmente, empresas que atuam no setor até consideram chegar novamente no satélite natural da Terra, mas apenas para testar se seriam capazes de mandar o homem ainda mais longe: para Marte.

Ainda assim, a carreira de astronauta parece, de novo, estar em alta.

LEIA TAMBÉM

  1. Treinador de robôs

De novo, os especialistas de 1988 passaram raspando. A humanidade ainda não avançou a esse ponto, quando o assunto são robôs.

De fato, há muita inteligência artificial sendo desenvolvida no mundo e para “abastecê-la” de informações que possam torná-la cada vez mais independente, é necessário que alguém com “inteligência natural” participe do processo.

Mas daí ao “treinador de robôs” ser uma profissão para se colocar em uma lista como promissora, ainda falta muito.

 

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorDiretor de O Espanta Tubarões é preso ao ser acusado de estupro
Próximo artigoAcademia Forz aposta em desafio e incrementa treinos e plano nutricional para clientes foliões

O LIVRE ADS