Dança e teatro em Chapada: espetáculo será encenado na Igreja de Santana

A Academia de Dança Rachel Galesso encerra as atividades deste ano com espetáculo

O salão paroquial da Igreja Nossa Senhora de Santana, em Chapada dos Guimarães (a 65 km de Cuiabá) vai ser palco do evento de encerramento do ano da Academia de Dança Rachel Galesso. No dia 7 de dezembro, às 19h30, alunos encenam um clássico da literatura mundial, Peter Pan.

A entrada é R$ 30,00 e os ingressos estão à venda na secretaria da Academia ou na hora, na bilheteria. A direção artística desta adaptação para a dança ganha assinatura de Rachel.

De acordo com a professora, o espetáculo é baseado na obra de J. M Barrie, originalmente concebida para o teatro em 1904, mas que só foi publicada como livro em 1911 com o título mais conhecido “Peter Pan”, narra a clássica história dos irmãos Darling que acompanham Peter Pan em uma jornada pela Terra do Nunca, onde enfrentam os temidos piratas liderados pelo Capitão Gancho.

“O público deve se emocionar com o espetáculo que tem duração de 1h20 e conta com aproximadamente 50 alunos de dança e teatro, de quatro a 18 anos. Apostamos em uma narrativa divertida, em um espetáculo em que prezamos muito pela qualidade técnica e artística”.

A Academia de Dança Rachel Galesso, iniciou suas atividades no município de Chapada dos Guimarães no ano de 2015 e que desde lá vem promovendo vários eventos culturais na cidade, dentre eles os espetáculos O Circo Chegou (2015), Amazônia Cantos e Encantos (2016), O Sonho de Alice (2017), A Fábula de Oz (2018), 1ª Mostra de Dança – Chapada dos Guimarães (2019), além de participações especiais realizadas no Festival de Inverno de Chapada dos Guimarães.

Mais informações: (65) 98151-0065.

(Com assessoria)

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorNova Acrópole celebra filosofia com homenagem aos 500 anos de Leonardo da Vinci
Próximo artigoWhatsApp quer incluir em norma eleitoral proibição a disparos em massa

O LIVRE ADS