Da escola para o tribunal

Governo do Estado remanejou R$ 5,75 milhões para o Tribunal de Justiça

O Governo do Estado remanejou R$ 5,75 milhões do orçamento da Secretaria Estadual de Educação (Seduc) para o Tribunal de Justiça de Mato Grosso. O Poder Judiciário vai utilizar o valor para o pagamento da folha de servidores ativos do órgão, além de encargos.

Os recursos estavam previstos para adequação e manutenção da infraestrutura da Educação, na região Sul do Estado. A anulação do orçamento da Secretaria ocorreu porque houve frustração da arrecadação de receita. Já a suplementação da Justiça Estadual se deu pelo excesso de arrecadação.

A anulação e suplementação das fontes foram publicadas no Diário Oficial do Estado de Mato Grosso de terça-feira (09). O governador Pedro Taques (PSDB) e o secretário estadual de Planejamento, Guilherme Muller, assinaram o documento.

No Diário Oficial ainda consta um remanejamento interno no valor total de quase R$ 4 milhões para atender as programações constantes de quatro órgãos do Estado. O valor realocado dentro da própria Secretaria de Infraestrutura e Logística é de R$ 2,96 milhões e, da Controladoria Geral do Estado, de R$ 1 milhão.

 

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorBanco inicia serviço de transações financeiras por WhatsApp
Próximo artigoSegundo turno: saiba tudo sobre apoios, datas, debates e regras da disputa presidencial