Curso gratuito: Equipe de biblioteca de MT ensina libras em videoaulas semanais

E é possível conseguir certificado de 40 horas para dar uma força ao currículo!

A primeira aula ensinou o alfabeto. Toda semana tem conteúdo novo (Reprodução/videoaula)

Que tal reservar um espacinho na agenda entre o home office e os cuidados com a casa para aprender a Língua Brasileira de Sinais (Libras)? Essa é a proposta do projeto Momento Libras, da Biblioteca Estevão de Mendonça.

Aos participantes será emitido certificado de 40 horas. Para solicitar o documento, será necessário interagir nas redes sociais, tirando dúvidas e compartilhando experiências de aprendizado, além de fazer avaliação final. Concluídas as aulas, os vídeos ficarão disponíveis para consulta.

As aulas podem ser acessadas nas redes sociais da biblioteca –YoutubeFacebook e Instagram. A primeira aula ensina o alfabeto em libras.

De acordo com o coordenador do projeto, Carlos Santos, toda semana o público poderá acessar um novo vídeo com conteúdo diferente.

Números, verbos e saudações

Além do alfabeto, no início, os participantes aprenderão números, saudações, família, cores, pronomes, verbos, expressões que remetem à piadas ou humor, e até mesmo diálogos com e sem legenda para os participantes praticarem o conhecimento.

Carlos explica que ao se pensar na implementação de política das diferenças e discutir acerca dos aspectos da educação inclusiva no âmbito das bibliotecas, o projeto Momento Libras visa a capacitação.

“De profissionais da educação, alunos da rede de ensino e sociedade, disponibilizando componentes curriculares do ensino de Libras, que poderão ser utilizados como recurso pedagógico em sala de aula ou mesmo no dia a dia das pessoas”.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorCoronavírus: 194 comércios são autuados por descumprir normas em Cuiabá
Próximo artigoSoftware detecta coronavírus em segundos, com 98% de precisão