Cultos barrados

MP notifica prefeito de Sinop para barrar eventos religiosos e proibir aglomerações fora de horário

Imagem Ilustrativa (Foto: Ednilson Aguiar/O Livre)

O Ministério Público de Mato Grosso encaminhou notificação recomendatória ao prefeito de Sinop (478 km de Cuiabá), Roberto Dorner (Republicanos), para que cumpra o decreto do governador Mauro Mendes (DEM) em relação ao horário de funcionamento de igrejas e templos religiosos.

Os vereadores de Sinop aprovaram uma lei que considera culto religioso como atividade essencial, o que dispensa o cumprimento de horário enquanto vigorar a pandemia.

Porém, com o esgotamento de leitos em Unidades de Terapia Intensiva (UTIs) administradas pelo Sistema Único de Saúde (SUS), o Estado determinou a proibição de atos públicos e privados com aglomeração de pessoas e toque de recolher em todo o território mato-grossense no período das 21h às 5h.

Vale lembrar que o Procurador Geral de Justiça, José Antônio Borges, já sinalizou que deve acionar judicialmente os prefeitos que contrariarem o decreto estadual, vindo a responsabilizá-los por improbidade administrativa.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorGasto de R$ 76 milhões: PGR dá parecer contrário a auxílio-covid para professores de MT
Próximo artigoMP investiga desvio de R$ 1,3 milhão de empresa municipal em Cuiabá