Cuiabá tem orçamento estimado em R$ 4 bilhões para 2022

Prefeito Emanuel Pinheiro projeta obras de viadutos e reforço na área social

A Câmara de Cuiabá vota nesta quinta-feira (22) a Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) para o exercício financeiro de 2022. O projeto antecede a Lei Orçamentária Anual (LOA), tradicionalmente aprovada pelo Legislativo em dezembro, para estimar a receita e fixar as despesas do ano seguinte.

Conforme o texto encaminhado pelo prefeito Emanuel Pinheiro (MDB), o orçamento estimado para Cuiabá em 2022 é de R$ 4,082 bilhões.

Este valor inclui as despesas com funcionários públicos ativos e aposentados e ainda a capacidade de investimentos de cada secretaria municipal, para desenvolvimento das respectivas ações.

Uma das prioridades do Executivo para 2022 é o reforço de obras de infraestrutura nos bairros e trechos de alto fluxo de trânsito. Ações sociais e investimentos em educação e saúde também são tidos como prioritários.

O prefeito Emanuel Pinheiro detalhou alguns pontos que considera essenciais para o ano de 2022.

“A ideia é concretizar o projeto do restaurante popular. Pretendemos abrir mais e algumas outras alternativas. Está previsto o viaduto Trincheira do Círculo Militar; viaduto da Lava Pés/31 de março, sobre trevo Santa Rosa; viaduto sobre o trevo no Centro de Eventos do Pantanal; e o viaduto no Rio Coxipó, além do acesso na Rui Barbosa, que leva a Caixa D’água. Todas essas obras estão previstas na LDO”, revelou.

De acordo com o presidente da Câmara, vereador Juca do Guaraná (MDB), a aprovação da LDO deve ocorrer sem dificuldades.

“A linha de investimento agrada aos parlamentares. E, naturalmente, a discussão mais aprofundada para atender aos bairros ocorre na votação do orçamento, que será feita em dezembro”, destacou.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anterior“Fui atropelado por um trem, mas passo bem”, diz general Ramos sobre saída da Casa Civil
Próximo artigoOperação Imperador: Justiça mantém condenação de Riva a 26 anos de cadeia