Cuiabá sai do risco muito alto para contágio e decreto pode ser flexibilizado

Onze municípios que cumprem quarenta obrigatória em Mato Grosso saíram do pior cenário para transmissão da covid-19

Foto: Ednilson Aguiar/O Livre

Cuiabá e Várzea Grande saíram da classificação de risco muito alto para o contágio pelo novo coronavírus. O boletim informativo atualizado nessa terça-feira (6) pela Secretaria de Estado de Saúde (SES) apresenta 39 municípios na pior situação para o contágio. 

Em relação há duas semanas, houve a saída de 11 municípios da lista. O risco muito alto para contágio é a base das ações judiciais que colocaram essas cidades em regime de quarentena obrigatória. 

A quarentena impõe o toque de recolher e a restrição de funcionamento do comércio considerado não essencial. Conforme a SES, 102 municípios estão, hoje, com risco alto de transmissão do vírus. 

Nesse estágio, de acordo com o decreto do governo, os municípios ficam obrigados a adotar medidas de higienização, proibir qualquer atividade que cause aglomeração, fica suspenso o atendimento presencial nos órgãos públicos e prepara-se para a adoção da quarentena obrigatória. 

A restrição às atividades econômicas fica suspensa, desde que cumpridas as medidas individuais de biossegurança. 

Mudança e implantação

Cuiabá iniciou nesta semana a implantação de algumas medidas revistas no decreto municipal que estabeleceu a quarentena obrigatória. As duas principais são o escalonamento de horário para o comércio e o aumento da frota de ônibus. 

Essas medidas foram acrescentadas em conciliação judicial entre a prefeitura e o Estado, tendo o decreto nº 874 como parâmetro. O prazo do decreto municipal vence na próxima sexta-feira (9), e com a saída da Capital do pior cenário de contágio pode haver flexibilização nas regras em vigor. 

A assessoria de imprensa da prefeitura disse ao LIVRE que o prefeito Emanuel Pinheiro ainda não deu prazo para definir se irá ou não renovar o decreto, mas adiantou que “estamos cumprindo uma ordem judicial que vence no dia 9”.

O prefeito de Várzea Grande, Kalil Baracat, já flexibilizou as regras na segunda-feira (5). Ele permitiu o retorno das aulas híbridas nas escolas particulares e o funcionamento do comércio aos fins de semana, com limitação do horário.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorSine Municipal de Cuiabá oferece 11 vagas para pessoas com deficiência
Próximo artigoTJ suspende ações de cobrança de ICMS contra o Grupo Petrópolis em MT