Cuiabá prioriza vacinação de jornalistas e grupo sem comorbidades

Pessoas com menos de 59 anos poderão, em breve, fazer o pré-cadastro para vacinação contra a covid-19

(Foto: Luiz Alves)

O prefeito Emanuel Pinheiro anunciou nesta segunda-feira (17) que irá abrir, em breve, a imunização dos jornalistas contra a covid-19, bem como para o grupo de pessoas abaixo de 59 anos que não possuem comorbidades, conforme a chegada de novas remessas de vacinas.

“Quero autorizar a secretária Ozenira Félix (Saúde), já entrei em contato com o Sindicato dos Jornalistas e quero pedir para amanhã já o levantamento para abrir a vacinação de todos os jornalistas de Cuiabá. Isso também é um pedido de vários de vocês e de representantes da categoria, que eu entendo também, e pelas atividades que vocês exercem, que devem ter essa prioridade”, afirmou Pinheiro.

Segundo ele, a prefeitura vai iniciar também a vacinação de pessoas de 59 anos para baixo sem comorbidade. “Iremos vacinar e tudo isso, claro, dependente da quantidade de vacina que vai chegar, mas já falei para planejar isso para os próximos dias. Dessa forma, quem não tem comorbidade que está achando que vai demorar muito, já tem uma expectativa de quando será vacinado. E como temos as vacinas Pifzer, a Astrazeneca e com a chegada de novas remessas de Coronavac, já é possível vislumbrar essa nova celeridade de imunização da população de Cuiabá”, informou o prefeito.

De acordo com a prefeitura, o guia de comorbidade continuará a ser seguido, como sugerido pelo Ministério de Saúde.

Calendário aberto

A Prefeitura também abriu nesta segunda (17) o pré-cadastro para a imunização contra a covid, para pessoas 30 a 39 anos, com comorbidades.

Além disso,  a primeira-dama Márcia Pinheiro anunciou, na última semana, a inclusão dos profissionais de assistência social no grupo prioritário para imunização contra a covid-19, que começarão a ser vacinados a partir de amanhã (18).

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

1 COMENTÁRIO

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorNão sou “fura-fila”
Próximo artigoMPE solicita acesso a plano de retomada das aulas presenciais em Cuiabá