Cuiabá inicia vacinação contra a covid-19

Primeiro dia da campanha ficará limitado a cem pessoas convidadas pela prefeitura para observar a logística e protocolos

(Ednilson Aguiar / O Livre)

Cuiabá iniciou nesta quarta-feira (20) a imunização contra a covid-19 em modo de teste e com alguma dificuldade. Cem pessoas do primeiro grupo prioritário foram convidadas pela Secretaria Municipal de Saúde para receber a primeira dose da CoronaVac hoje. 

A campanha teve o pontapé por volta das 10h30, com a imunização de sete pessoas, funcionários de hospitais que atuam no front de combate à pandemia, tanto na rede privada quanto na pública.

Os primeiros a receber as doses foram o maqueiro do Hospital São Benedito João Acássio de Moraes, 47 anos; a assistente social, também do São Benedito, Jaklyne Thayane de Arruda, 28 anos; e o médico da rede privada Cervantes Caporrossi. 

“Eu estou desde o início na frente de combate ao coronavírus, tanto na rede privada quanto no SUS (Sistema Único de Saúde), e me sinto honrado de ter sido convidado para participar do início da campanha. Eu tenho enorme otimismo e grande expectativa que tudo corra bem com a vacina, que é a melhor maneira de se prevenir”, disse. 

(Ednilson Aguiar / O Livre)

A médica Maíra Sandes, plantonista em Unidade de Tratamento Intensiva (UTI) no São Benedito, e na lista dos já vacinados, afirmou que o índice de eficácia da CoronaVac, de 50%, é considerado favorável e está acima do índice de outros imunizantes das tradicionais em campanhas nacionais, como a coqueluche. 

 “A gente tem muitas pessoas, dentro e fora dos hospitais, que por ouvir coisas aleatórias ficam com medo de tomar a vacina, por causa de efeito colateral. Ser uma das primeiras a tomar a vacina e mostrar que pode tomar tranquilamente é uma felicidade”, comentou. 

Cadastro online (atrasado) 

Cuiabá terá, neste primeiro estágio de vacinação, serviços concentrados no Centro de Eventos do Pantanal. As unidades básicas de saúde na rede SUS, incluindo as autorizadas a fazer diagnóstico e medicação dos casos suspeitos, não entram na campanha. 

A imunização deve ser antecedida por um cadastro no site da Prefeitura de Cuiabá. Ao fim dele, os cadastrados receberam um código QR com informação de data e hora em que poderá ser vacinado. 

Contudo, o link para a realização do cadastro ainda não foi liberado. No anúncio do plano de vacinação, na segunda-feira (18), a prefeitura informou que o link seria liberado até o fim tarde do dia anterior. Hoje, no lançamento da campanha, o prazo passou para amanhã (21). 

Conforme o prefeito Emanuel Pinheiro, o atraso ocorreu por causa da baixa confiança no sistema liberado pelo Ministério da Saúde para o cadastramento. O sistema já estaria em investigação sobre tentativas de burla, como pessoas de outros municípios tentando agendar a vacinação. 

“Mas, nesse primeiro momento, por ser um número reduzido de pessoas, conforme as 8.027 doses que recebemos, o risco de problema é baixo. Estamos acertando alguns detalhes para que o link seja liberado no site da prefeitura mais tardar amanhã”, afirmou. 

Conforme apuração do Livre, a Secretaria de Saúde deve liberar cerca de mil cadastro ao dia para imunização, o que estende a campanha por uma semana na Capital. O centro de vacinação funciona das 8h às 22h, de segunda-feira a domingo. 

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorE se a vacina der efeito colateral? Você pode receber R$ 500 mil em indenização
Próximo artigoPolícia apreende documentos no interior de MT por suposta fraude de R$ 70 milhões