Cuiabá inaugura primeira lixeira subterrânea na região central

Prefeitura pretende implantar mais seis conjuntos para coleta de resíduos no Centro Histórico

(Foto: Ednilson Aguiar/O Livre)

A Prefeitura de Cuiabá entregou, nesta quinta-feira (11), o primeiro conjunto de lixeiras subterrâneas, instaladas na região central da cidade. O local escolhido foi a Praça Alencastro, em frente ao prédio que abriga o Executivo Municipal. Além destas, o prefeito Emanuel Pinheiro (MDB) anunciou a implantação de outras seis unidades.

Neste novo modelo, o lixo é armazenado no subsolo, onde espaços separados fazem a coleta seletiva. O conjunto recém entregue traz três lixeiras, sendo duas para a coleta de lixo reciclável e uma para o lixo orgânico. Com capacidade para suportar até 1,2 mil litros cada, as lixeiras possuem um sensor que alerta quando esta capacidade já estiver esgotada.

Durante a inauguração, foi feita uma demonstração de como será o recolhimento destes resíduos, por parte de um caminhão específico. A coleta será feita no período noturno ou durante a madrugada, para evitar o trânsito durante o dia. Além disso, Emanuel anunciou que todo o lixo reciclável será doado para as cooperativas de catadores.

O custo da novidade está dentro do contrato de licitação da coleta de lixo, no valor de R$ 39 milhões, que é de responsabilidade da empresa Locar Saneamento Ambiental Ltda. Este contrato prevê a instalação de um total de 50 lixeiras subterrâneas, que de acordo com o prefeito, podem ser instaladas em toda a cidade, dependendo da viabilidade técnica e financeira do município.

Os locais que receberão a novidade serão aqueles onde há maior concentração de lixo. Emanuel já anunciou que as próximas seis, por exemplo, serão implantadas no Centro Histórico, mas não informou quando devem ser entregues.

Entregas

A entrega faz parte da comemoração pelo aniversário de 300 anos da Capital. Dentro da programação, ainda estão previstos o lançamento de um barco para a coleta de lixo fluvial no Rio Cuiabá e a entrega de 25 novos caminhões de lixo.

Leia mais:

Cuiabá deve adotar sistema de lixo subterrâneo a partir de abril

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

1 COMENTÁRIO

  1. vejo apenas 1 ”possível” problema; seria bom uma mola para forçar a tampa a ficar fechada (e uma placa de aviso bem grande escrito MANTENHA FECHADO). com certeza o povão vai ”esquecer” e deixar a tampa sempre aberta. vai entrar água da chuva e inundar, vai ser uma piscina de lixo. e o mais grave é que pode entrar predadores tipo GATOs de estimação e/ou de rua, por exemplo, pra caçar rato ou procurar comida e acabar ficando entalado la dentro e morrer. eu já vi isso tudo acontecer.
    só precisa de uma boa mola pra pressionar a tampa

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorModelo de capitalização da Eletrobras deve ser anunciado até junho
Próximo artigoApós cassação, Augusto Nunes ressuscita a “Dilma Pantaneira”