Cuiabá ganha cinema drive-in: um jeito antigo de ver filmes, diante de uma nova situação

O estacionamento do Sesc Arsenal vai ser transformado em um grande cinema ao ar livre com entrada gratuita

(Foto: Ednilson Aguiar/O Livre)

A cena parece um daqueles filmes americanos da década de 50 e 60: os carros parados diante de um telão, que exibe um filme para famílias e casais apaixonados dentro dos veículos.

As imagens que são nostálgicas estão mais no presente do que nunca. Com a pandemia do coronavírus, as salas tradicionais de cinema precisaram ser fechadas temporariamente.

Mas, agora, elas dão lugar a um dos seus antecessores: o cinema drive-in.

A “invenção” foi patenteada na década de 1930, depois que um americano transformou o quintal de casa em um grande cinema ao ar livre.

A ideia se popularizou na mesma década, virou febre e se espalhou pelo mundo. O modelo foi também foi “importado” para o Brasil.

É com um olhar no passado e um no presente, que o Sesc Arsenal decidiu retomar as exibições ao ar livre, no mesmo estilo. “Inovar, às vezes, é um simples olhar para algo antigo de uma nova forma”, diz Carlos Rissato, gerente do Sesc.

(Foto Ednilson Aguiar/O Livre)

Drive-in em Cuiabá

Com o projeto, Cuiabá é uma das primeiras cidades do Brasil a “voltar no tempo”.

A primeira exibição, realizada nesta segunda-feira (11), funcionou como um teste e foi fechada para convidados da imprensa e influenciadores digitais.

As exibições públicas começam a partir do dia 15 de maio, com duas sessões por semana.

A proposta é dar ao público que frequentava o Sesc Arsenal uma alternativa para consumir cultura e arte. Outra preocupação é proporcionar um momento de distração e lazer para as famílias que enfrentam o isolamento social.

“As pessoas já estão tendo problemas psicológicos. Por isso, a saúde mental precisa ser tratada, para evitar uma pandemia clínica também. Queremos resgatar o momento em família fora de casa”, afirma o gerente.

Como vai funcionar

Por sessão, 50 carros poderão entrar no estacionamento. O veículo deve respeitar as regras de lotação. Os ingressos serão gratuitos e devem ser reservados com antecedência, para controlar a entrada.

Os ocupantes do veículo não podem descer do carro, com exceção de emergências ou para usar o banheiro. Para ouvir o áudio do filme, os ocupantes do carro precisarão sintonizar uma frequência no aparelho de som.

“É tudo muito novo para nós. Vamos primeiro exibir os filmes que já estão licenciados para o Sesc e, depois, vamos ampliar essa programação”, explica Rissato.

A agenda da semana ficará disponível no site da instituição e poderá ser consultada.

(Foto: Ednilson Aguiar/O Livre)

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

O LIVRE ADS