Cuiabá: Ex-secretário financeiro diz que compras da Saúde passam por adjuntos

Oseas Machado diz que demanda recebida por unidades do SUS teria que ser consultadas por três secretários de segundo escalão

(Foto: Reprodução/Youtube)

O ex-secretário financeiro e administrativo da Secretaria de Saúde de Cuiabá, Oseas Machado, disse que as compras de medicamentos, em tese, passam pelas três secretarias-adjuntas – a secretarias Adjunta de Saúde, de Planejamento e Operações, Administrativa e Financeira. 

Os gestores dessas pastas seriam os responsáveis por determinar a quantidade de compra e por liberar o pagamento de contratos para empresas fornecedoras. A informação contrapõe a fala de servidores ouvidos na CPI dos Medicamentos, instalada na Câmara de Cuiabá. Eles negaram a participação na formulação das planilhas. 

“Os quantitativos [de medicamento e insumos] vêm dos demandados [unidades de saúde de atendimento ao público] e isso tem que passar pelas secretarias-adjuntas. A Secretaria Administrativa e Financeira é responsável pela execução dos pagamentos”, afirmou. 

O diretor foi ouvido nesta quinta-feira (12) como testemunha na segunda fase de oitivas da CPI dos Medicamentos.

LEIA TAMBÉM

Conforme os membros, a documentação recebida da Secretaria de Saúde não aponta os responsáveis pela definição do quantitativo de medicamentos são comprados para o Sistema Único de Saúde (SUS). 

O cargo técnico nominalmente responsável pelo trabalho teria sido extinguido em reforma administrativa da Prefeitura de Cuiabá, entre 2019 e 2020.  

“A impressão que temos até agora é que essa confusão de sobre quem são responsáveis é algo intencional de alguém ou de algum grupo dentro da secretaria”, disse o vereador Marcos Paccola (Cidadania).

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anterior“Ninguém chama o presidente da Argentina de genocida”, diz Paulo Guedes
Próximo artigoMatrículas para o Sisu acabam na segunda-feira