Cuiabá estreia hoje no Brasileirão em jogo contra o Juventude

Equipe, que vem da conquista do campeonato estadual, deverá manter o mesmo esquema de jogo para a competição nacional

(Foto/Reprodução/Assessoria)

A bola começa a rolar neste sábado (29) pela Série A do Campeonato Brasileiro, a partir das 19h (horário de Brasília), na Arena Pantanal. O Cuiabá encara o Juventude, que volta à elite do futebol. 

O Dourado estreia no clima da conquista do Campeonato Mato-grossense 2021, no domingo passado. O técnico Alberto Valentim manterá o esquema em que o time jogou o estadual. 

“O time tá entrosado e estamos criando uma forma de jogar. O esquema vai girar no 4-3-3, não vamos fugir dele. Fazendo uma variação com trocas de jogadores em um 4-2-3-1″, afirmou. 

O Brasileirão reunirá 20 clubes. A primeira rodada hoje terá ainda o duelo entre Bahia e Santos, em Salvador, às 20h, e o embate entre São Paulo e Fluminense, às 21h, no Morumbi. 

Nova regra 

A novidade deste ano está fora dos gramados. Cada time só terá permissão de trocar de treinador apenas duas vezes ao ano. A nova regra da Confederação Brasileira de Futebol (CBF) também vale para os técnicos, que só poderão trabalhar, no máximo, em dois clubes durante a temporada.  

O objetivo da entidade é evitar a tradicional dança das cadeiras de treinadores, que ocorria nas edições anteriores da competição. Essa regra também vale para a Série B do Campeonato Brasileiro. 

Em relação aos pontos corridos, nada mudou: ao fim da 38ª rodada, o campeão será aquele que somar mais pontos. Esse sistema, de pontos corridos, costuma receber críticas por não gerar disputas emocionantes, pela ausência de uma fase mata-mata.  

Mas, nos últimos anos, a apreensão de alguns clubes durou até as últimas rodadas do Brasileirão, fosse na briga pelo título, na disputa pela vaga na Libertadores, ou na tentativa de fugir da zona do rebaixamento.  

Prova disso foi o bicampeonato do Flamengo na edição do ano passado, que só foi decidida nos últimos minutos da última rodada, após uma disputa ponto a ponto com o Internacional. 

Até dezembro, serão 380 partidas, mais de 500 horas de bola em jogo e muita emoção nos gramados do país.

(Com Agência Brasil)

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorCovid: diário da vacina #5
Próximo artigoMega-Sena acumulada sorteia R$ 100 milhões neste sábado