“Cuiabá e MT estariam quebrados sem a ajuda do governo Bolsonaro”, diz Emanuel Pinheiro

Prefeito admitiu que, sem os recursos recebidos do governo federal, não seria possível fazer o enfrentamento à covid-19

(Foto: Luiz Alves/Prefeitura de Cuiabá)

Em entrevista ao site PNB Online, o prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro (MDB), elogiou o trabalho do presidente Jair Bolsonaro. De acordo com o prefeito, tanto Mato Grosso quanto  Cuiabá estariam “quebrados”, sem os recursos enviados pelo governo federal.

Segundo Emanuel, Bolsonaro não agiu com “negacionismo” em nenhum momento da pandemia, mandando os recursos necessários e impedindo que Mato Grosso entrasse numa crise financeira.

“Com todos os erros e acertos: se não fosse o governo federal, se não fosse o presidente Bolsonaro – falo aqui como gestor da Capital -, Cuiabá estava quebrada, Mato Grosso estava quebrado, o Brasil estava quebrado”, afirmou.

O prefeito ainda disse que o trabalho do presidente conseguiu dar liberdade a Cuiabá para segurar a onda de covid-19 e superar o problema.

“Ele deu os recursos, ele segurou a onda para que a gente superasse a maior crise sanitária do planeta”, disse o prefeito.

Durante a pandemia, Cuiabá recebeu mais de R$ 98 milhões, fora a compensação financeira de R$ 172 milhões, enviadas pelo Congresso Nacional.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorPolicial militar é preso por tentativa de feminicídio contra ex-mulher
Próximo artigoReabertura das escolas em Cuiabá na segunda-feira poderá ser adiada