Cuiabá conquista vaga na Série A do Brasileirão

No ano em que completa 20 anos, o time vive a melhor fase e dá classificação para a Série A de presente aos torcedores

(Foto: Divulgação)

É para comemorar! O empate da equipe do CSA com o Brasil de Pelotas agora há pouco  (1 a 1) encaminhou a ascensão do Cuiabá para a (tão sonhada) Série A do Campeonato Brasileiro.

Com um desempenho invejável, o clube que completa 20 anos em 2021 é quem dá o presente ao torcedor mato-grossense.

O Cuiabá tem 61 pontos e está matematicamente classificado mesmo antes de entrar em campo daqui a pouco, na Arena Pantanal, contra o Sampaio Corrêa.

A “promoção” do time deve ser realmente comemorada (e não só pelos torcedores): há 35 anos um time de Mato Grosso não frequentava a elite do futebol brasileiro.

Segundo o jornalista esportivo Pedro Lima, o acesso à Série A pode trazer benefícios e evolução para a região. “Não só para o futebol, mas creio que num âmbito geral, comercial, turístico. E vai também aumentar o envolvimento da população”, afirma.

LEIA TAMBÉM

O “Dourado”, como é conhecido pelos seus torcedores, colhe os resultados de uma boa gestão concentrada em investimentos que acrescentam dentro das quatro linhas do campo jogadores e técnicos experientes com passagens por clubes de renome nacional.

Diante da vitória e do feito histórico para um time de Mato Grosso, o LIVRE reuniu parte da história do clube.

(Foto: Divulgação)

Início vitorioso e breve pausa no futebol

Fundado em 2001 pelo falecido ex-jogador Gaúcho, o Cuiabá passou a competir profissionalmente em 2003. Naquele ano, conquistou o primeiro de nove títulos do Campeonato Mato Grossense, derrotando o Barro do Garças.

Também em 2003, o Cuiabá disputou a Série C do Campeonato Brasileiro e foi até a segunda fase ao se classificar em primeiro de seu grupo, mas foi eliminado pelo Palmas nos pênaltis. No ano seguinte, além de conquistar o segundo título estadual e ser vice-campeão da Copa Mato Grosso, disputou a Série C novamente e estreou na Copa do Brasil, perdendo para o Goiás na primeira fase.

Em 2005, disputou a Copa do Brasil e chegou a empatar em 1 x 1 com o Vila Nova no jogo de ida da primeira fase, mas perdeu em casa por 2 x 0 e foi eliminado. De 2006 a 2008, o Cuiabá interrompeu suas atividades por critérios políticos. Motivo: descontentamento com a Federação Mato-grossense de Futebol e falta de dinheiro em caixa.

(Foto: Divulgação)

O retorno vitorioso

Após retornar em 2009, o Cuiabá sagrou-se campeão da segunda divisão do campeonato mato-grossense e ainda conquistou o vice da Copa Governador. Já em em 2011, o clube disputou a série C do futebol brasileiro, chegando até a semifinal.

Dois anos depois o time volta a conquistar títulos. Em 2013, vence o 4º título estadual e, no ano seguinte, fatura o bicampeonato.

Internacionalização do Cuiabá

Em 2015, o Cuiabá viveu um ano mágico em sua curta existência de vida. Além da conquista do hexacampeonato mato-grossense, o clube faturou a inédita Copa Verde contra o Remo do Pará em duas partidas finais dignas de emoção.

Após ser derrotado por 4 a 1, na casa do adversário, o Cuiabá venceu o Remo na Arena Pantanal em uma partida histórica ao conseguir uma impressionante virada: venceu pelo placar de 5 a 1, no jogo de volta.

A inédita conquista da Copa Verde permitiu ao Cuiabá disputar a Copa Sul Americana de 2016. A façanha lhe permitiu entrar para a história como o primeiro clube mato-grossense a disputar um torneio internacional. O sonho, porém, durou pouco já que o time foi eliminado precocemente pela Chapecoense.

(Foto: Divulgação)

Cuiabá vive a glória

Nos últimos três anos, o Cuiabá Esporte Clube colhe os frutos do bom planejamento. De 2017 a 2019, o Cuiabá venceu mais três estaduais seguidos. Em 2018, foi vice-campeão da Série C, conquistando o acesso à segunda divisão.

Em 2019, o Dourado venceu a Copa Verde pela segunda vez, assegurando participação na Copa do Brasil de 2020. Venceu o Botafogo do Rio de Janeiro nas oitavas de final, mas foi eliminado pelo Grêmio nas quartas de final.

Parte do bom rendimento do time é creditado ao elenco. Atual terceiro colocado com XX pontos, o Cuiabá aposta na mescla da experiência com a juventude para conquistar a tão sonhada vaga na elite do futebol brasileiro.

A equipe tem o atacante Élton, campeão da Copa do Brasil de 2011 pelo Vasco e campeão da Libertadores da América em 2012 pelo Corinthians. O meio campo Nenê Bonilha, com passagem pelo Corinthians, Jean Patrick, ex-meia armador do Vasco, e o defensor Lucas Hernandes, uruguaio que já atuou pelo Atlético-MG, completam o elenco.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorQue diploma é esse? Seduc investiga fraude em certificados apresentados por professores
Próximo artigoConfiança do comerciante em Cuiabá inicia 2021 em queda