Cuiabá começa a aplicar doses de reforço em profissionais da saúde e idosos

Enquanto inicia um novo grupo com a dose extra, a prefeitura suspende a vacinação de adolescentes por conta da falta de imunizantes

(Foto: Ednilson Aguiar/O Livre )

A partir desta quinta-feira (7), a campanha vacinação em Cuiabá começa a aplicar a dose de reforço para trabalhadores da saúde, conforme recomendação do Plano Nacional de Operacionalização da Vacinação contra a Covid-19 do Ministério da Saúde. A vacina utilizada para a dose de reforço será a Pfizer.

O anúncio foi feito pelo prefeito Emanuel Pinheiro no fim da tarde desta quarta-feira (6). “Todos os nossos esforços estão centrados para completar a imunização de nossa população. Já aplicamos mais de 680 mil doses”.

Segundo a coordenadora da campanha de vacinação, Valéria do Oliveira, Cuiabá recebeu pouco mais da metade das doses necessárias para vacinar este público. “Recebemos até o momento 60% da meta para aplicação de dose de reforço dos trabalhadores da saúde. Vamos começar o grupo nesta quinta, em todos os locais de vacinação”, revelou Valéria.

Para receber a vacina, o trabalhador da saúde precisa ter no mínimo 6 meses que tomou a segunda dose. “Ele deve ir ao polo de vacinação ou a qualquer uma das 14 unidades básicas de saúde com o cartão de vacinação e um documento pessoal com foto. Importante ressaltar que os polos atenderão conforme a sua capacidade máxima diária, uma vez que ainda temos outros grupos sendo atendidos simultaneamente”, explicou a coordenadora.

Também começarão a receber a dose de reforço nesta quinta-feira idosos a partir de 80 anos. “Recebemos até o momento um número pequeno de vacinas para o reforço dos idosos, por isso só foi possível diminuir a idade para 80 anos. Estes idosos também deverão ir aos polos de vacinação ou nas unidades de saúde que aplicam a vacina contra o coronavírus, com o cartão de vacinação e documento para receberem a dose de reforço”, disse Valéria.

Interrupção da vacinação dos adolescentes

Até o recebimento de mais vacinas para o grupo de 12 a 17 anos por parte do Ministério da Saúde, a capital de Mato Grosso precisará interromper a vacinação dos adolescentes, pois todas as doses destinadas para este público foram utilizadas. A coordenação da campanha enfatiza que tão logo Cuiabá receba mais vacinas para o público dos adolescentes, a imunização deste grupo será retomada.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorMendes e Jayme como suplentes
Próximo artigoPolícia Civil cumpre mandados contra quadrilha especializada em estelionato pela OLX