Cuiabá abre cadastro para imunizar contra bronquite crianças de até 2 anos

Tratamento estará disponível para os nascidos prematuros ou que tenham alguma doença pulmonar crônica

Imagem ilustrativa (Foto: Freepik)

Pais e responsáveis podem entrar em um cadastro para a imunização de crianças com até 2 anos de idade contra o vírus sincicial respiratório (VSR), um dos causadores da bronquite. A Secretaria de Saúde de Cuiabá abriu a solicitação na sexta-feira (26). 

A data corresponde ao período de maior circulação do vírus, entre março e julho. O medicamento, com tratamento à base de imunoglobulina, é ofertado para pacientes de até 2 anos de idade que morem ou estejam internadas em Cuiabá.  

O tratamento fica disponível para crianças nascidas com idade gestacional menor ou igual a 28 semanas, com idade inferior a 1 ano ou crianças com idade inferior a 2 anos com doença pulmonar crônica da prematuridade. 

A Sociedade Brasileira de Imunizações (SBIm) diz que o medicamento não é uma vacina, mas um tipo de anticorpo preparado (imunoglobulina), elaborado por técnica de engenharia genética que induz à imunização passiva específica contra o vírus sincicial respiratório. 

Atualmente, é a única forma disponível para a prevenção de quadros graves de infecções respiratórias em lactentes, como a bronquiolite e, principalmente, pneumonias. 

Para solicitar o medicamento o responsável pela criança precisa apresentar cópia da certidão de nascimento, do cartão SUS e do comprovante de residência; receita médica emitida no prazo de até 180 dias, a partir de janeiro de 2021; além de relatórios médicos especificando a necessidade do uso dessa medicação.  

No caso de pacientes prematuros, é necessário ainda anexar cópia do relatório da alta hospitalar.  

No caso de pacientes com doença cardíaca congênita com repercussão hemodinâmica comprovada, é preciso anexar, além dos documentos pessoais e da receita médica, a cópia do relatório médico com a descrição da cardiopatia, o grau da hipertensão pulmonar e os medicamentos utilizados, também cópia do laudo do ecocardiograma do último ano.  

Os documentos devem ser entregues à responsável técnica de Saúde da Criança, Susi Nayara da Costa, na sede da Secretaria Municipal de Saúde, de segunda a sexta-feira, das 8h às 12h ou das 14h às 18h. 

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorMulher dorme ao volante e derruba poste em Várzea Grande
Próximo artigoPrimavera do Leste fecha serviços não essenciais por 15 dias