Ctrl + C / Ctrl + V

Governo de Mato Grosso copia sem ler edital do Espírito Santo e pede professor especialista em História daquele Estado

Imagem ilustrativa

No que depender do processo seletivo lançado nesta quarta-feira (27) pela Secretaria de Estado de Educação (Seduc), as crianças de Mato Grosso devem aprender tudo sobre história do Espírito Santo.

No trecho em que lista as competências dos candidatos a professor dessa disciplina, é requerido – entre outros conhecimentos – que saibam sobre a história do “Espírito Santo no contexto do Império Ultramarino”, “o processo de independência do Brasil e seus desdobramentos no Espírito Santo” e “o Estado do Espírito Santo no contexto brasileiro no século XX”.

O edital, aliás, já foi questionado pelo deputado estadual Lúdio Cabral (PT) por outras – segundo ele – irregularidades, como a previsão de que pessoas do grupo de risco para a covid-19 não poderão ser contratadas.

Lúdio acionou o Ministério Público pedindo a anulação do edital. Entre os argumentos, o parlamentar ainda cita o fato de haver “centenas de classificados no último concurso público da Educação que não foram nomeados”.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorTSE cassa mandato de deputado por propagar fake news
Próximo artigoVárzea Grande ganha o primeiro ecoponto voluntário