Crianças ensinam: para acabar com o bullying, é preciso exercitar a empatia

"Você tem que se imaginar no lugar do outro", ensina o pequeno Arthur

Depois de acompanhar uma manifestação realizada por alunos da rede municipal, que trazia à luz o debate sobre o bullying, o LIVRE foi até à EMEB Marechal Cândido para ouvir das próprias crianças o que eles absorveram sobre o tema.

Antes, eles conferiram a exibição de um vídeo da manifestação, produzido por nossa equipe. E então, foram provocados a comentar o problema, apresentando inclusive, alternativas para mudança de comportamento.

A campanha “Sem plateia não tem bullying”, é uma iniciativa da Prefeitura de Cuiabá com objetivo de erradicar esse tipo de comportamento nas escolas do município, por meio de uma agenda afirmativa de atividades. A manifestação foi um desdobramento e o LIVRE, engajou-se também.

A professora Sueli Xavier nos recebeu para uma conversa intimista. O resultado você confere a seguir.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui