Criada em 2013, Delegacia da Mulher em Sinop tem inauguração adiada

Mayla Miranda/O Livre

Delegado-geral da PJC, Fernando Vasco

Delegado-geral da Polícia Civil, Fernando Vasco: ainda não será desta vez que Sinop terá uma Delegacia da Mulher

A tão esperada implantação da Delegacia da Mulher e anunciada para inauguração no próximo dia 08 de março, mais uma vez deve ser adiada. É o que revelou o delegado-geral da Policia Judiciária Civil (PJC), Fernando Vasco Spinelli, durante reunião realizada na manhã desta quinta-feira (08), na Câmara de Vereadores de Sinop.

De acordo com o delegado, a Policia Judiciária Civil não possui orçamento para a implantação da nova unidade e para isso é necessária uma parceria com a prefeitura do Município.

“Apesar da grande demanda que temos recebido para a abertura da Delegacia da Mulher, a PJC não possui recursos no orçamento para a instalação desta delegacia, então temos que firmar essa parceria com a gestão para que isso seja feito. Fui informado hoje de que a prefeitura tem interesse em colaborar, então assim que firmarmos o compromisso de maneira oficial podemos dar início nos trabalhos”, ressaltou.

Mesmo com a contrapartida municipal, o delegado não acredita que seja possível a inauguração da nova unidade em tão pouco prazo.

“A partir da assinatura do convenio que deve acontecer nos próximos dias nossa equipe de engenharia da PJC virá para Sinop para avaliar o imóvel disponibilizado para trabalhar em ritmo incessante na instalação, mas seria muito prematuro da minha parte garantir uma data para inauguração”, informou.

Em nível mais imediato no atendimento à mulher, o delegado regional da PJC, Sérgio Ribeiro, anunciou a instalação da “Patrulha Maria da Penha” no município.

“Esta patrulha garante que as medidas protetivas instauradas em defesa da mulher sejam cumpridas”, explicou.

Apesar dos avanços Sérgio não deixou de comparar Sinop e Sorriso, que de acordo com o delegado vem fazendo grandes investimentos na segurança.

“Em Sorriso será construído uma delegacia modular que irá inclusive atender as mulheres, o prefeito Ari Lafin (PSDB), vai investir R$1 milhão de reais de recursos provenientes da Usina na segurança entendendo a necessidade deste investimento”, informou em tom de crítica a gestão sinopense.

Velho anúncio

A Delegacia da Mulher em Sinop foi criada pela Secretaria de Segurança Pública em 2013, autorizada por lei, mas não foi instalada por falta de aparelhamento e efetivo.

Já em 2015 a implantação da Delegacia da Mulher em Sinop foi novamente anunciada pelo poder público. Na ocasião a confirmação da abertura foi feita pela corregedora-geral de Justiça de Mato Grosso, Maria Erotides Kneip, durante um evento na cidade. No anuncio a inauguração estaria prevista para março de 2016.

“Eu falei com Mauro Zaque ele me garantiu que a delegacia será instalada em março de 2016”, declarou a desembargadora, na ocasião.

Em agosto de 2017 a unidade contou até mesmo com um endereço divulgado na imprensa, mas novamente não saiu do papel.

“A princípio devemos abrir um setor no mesmo prédio da delegacia municipal. Iremos reformar o local para atendimento digno e prioritário da mulher. Os engenheiros virão de Cuiabá para ver as instalações e fazer um projeto. Eles devem apontar o valor financeiro da reforma. Posteriormente, vamos atrás de recursos para iniciar as obras”, disse Sérgio Ribeiro, na ocasião.

Na semana passada o deputado estadual e líder do governo na Assembleia, Dilmar Dal’bosco, assegurou em vídeo após uma reunião com o chefe do Executivo estadual, Pedro Taques (PSDB), e vereadores de Sinop, que a delegacia seria inaugurada no dia 8 de março, data em que se comemora o Dia Internacional da Mulher.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorSTF forma maioria a favor do decreto de terras quilombolas
Próximo artigoGoverno regulamenta Marco Legal da Ciência, Tecnologia e Inovação

O LIVRE ADS