CPI terá desfecho

CPI que investiga o prefeito Emanuel Pinheiro entra na reta final e relatório será entregue na 6ª-feira

(Foto:Ednilson Aguiar/ O Livre)

Após quase três anos de idas e vindas na Câmara de Cuiabá, a Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI), que investiga o prefeito Emanuel Pinheiro por suposta quebra de decoro e obstrução de justiça, entra na sua reta final e o relatório será entregue nesta sexta-feira (10.07), quando se encerra oficialmente o prazo de 120 dias de trabalho da comissão.

Na ocasião, o vereador Toninho de Souza (PSD), relator da comissão, vai apresentar o relatório final aos demais membros: vereadores Marcelo Bussiki (DEM), presidente e propositor da chamada “CPI do Paletó” no ano de 2017, e Sargento Joelson (SD).

O relatório pode ou não apontar pela responsabilização de Emanuel Pinheiro, flagrado em vídeo recebendo maços de dinheiro e os colocando no paletó na época em que era deputado estadual. Em caso de responsabilização, o relatório pode sugerir o afastamento do prefeito e a abertura de uma Comissão Processante no Legislativo, que pode cassar o mandato de Emanuel.

Os vereadores Bussiki e Joelson estão elaborando um relatório paralelo em conjunto.

“Independente do trabalho executado pelo vereador Toninho de Souza, resolvemos fazer nosso relatório paralelo para assegurar que todos os pontos da CPI não ficarão de fora do relatório”, afirmou Bussiki.

Neste caso, os dois relatórios serão colocados à votação dos três membros da CPI e aquele que for aprovado por maioria será encaminhado, ainda na sexta-feira, ao presidente da Câmara, vereador Misael Galvão, que deve colocar à votação dos demais parlamentares em sessão plenária. (Com Assessoria)

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorPaciente com suspeita de covid assina “alta à revelia” e deixa hospital
Próximo artigoR$ 4 bi em crédito