CPI dos Medicamentos deve convocar oito pessoas na retomada das oitivas

Relator do comissão, vereador Marcus Brito (PV) diz que análise de documentos aponta para responsáveis por medicamentos vencidos

(Foto: Reprodução/Assessoria Câmara de Cuiabá)

A CPI dos Medicamentos da Câmara dos Vereadores de Cuiabá deve voltar às oitivas, na próxima semana, com oito pessoas na lista de convocadas para a primeira semana. Além da ex-secretária de Saúde, Ozenira Félix, devem ser chamados fiscais de compra e outros técnicos da pasta. 

Os membros da comissão encerraram a análise de cerca de 2,5 mil páginas que compõem oito documentos protocolados por testemunhas ouvidas na primeira fase de depoimento. 

“Nós conseguimos identificar, na análise dos documentos, que algumas pessoas poderiam ter dito mais coisas do que realmente disseram. Já conseguimos identificar, também, que algumas pessoas são responsáveis pela falha no estoque de medicamento”, afirmou o relator da CPI, vereador Marcus Brito (PV). 

Esclarecimento 

Segundo ele, os próximos convocados serão ouvidos para esclarecer como o procedimento de pedidos e execução de compras ocorriam, com a participação da Norge Pharma, empresa que administra o Centro de Distribuição de Medicamentos e Insumos de Cuiabá (CDMIC).  

O relator disse já ter informações que concatenam os depoimentos da primeira fase a responsáveis pelas irregularidades na quantidade de compras. As oitivas foram suspensas no fim de junho sem informações claras sobre quem seria a pessoa autorizada por determinar as compras. 

“A pandemia não é o principal problema, mas teve participação, pois os postos que distribuem os medicamentos ficaram fechados. [Contudo,] o CDMIC poderia ter se reajustado à demanda e saber que ela tinha caído”, afirmou o relator. 

Ele disse que não há previsão, neste momento, de que testemunhas já ouvidas sejam convocadas para novo depoimento.   A CPI foi criada em 27 de abril com prazo de 120 dias de trabalho. O relator afirma que o grupo conseguir encerrar as investigações sem prorrogação. 

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorPartido Novo defende impeachment de Bolsonaro
Próximo artigoBandidos ateiam fogo em viatura da polícia em frente a delegacia