CPI da Covid vai ouvir Queiroga, Mandetta, Teich e Pazuello

Além do atual ministro, todos os ex-ministros que passaram pela Pasta durante o Governo Bolsonaro vão prestar depoimento no Senado

A CPI da Covid no Senado aprovou, na manhã desta quinta-feira  (29), a convocação de todos os ministros da Saúde que passaram pelo Governo Bolsonaro. No total, três ex-ministros e o atual ministro irão comparecer à CPI.

De acordo com o calendário definido pela CPI, Luiz Henrique Mandetta (foto acima) e Nelson Teich devem abrir os depoimentos na sessão do dia 4 de maio. O general Eduardo Pazuello será ouvido no dia 5 de maio e o atual ministro, Marcelo Queiroga, será o último a prestar depoimento, no dia 6 de maio.

O calendário foi definido pelo senador Renan Calheiros (MDB-AL), que é relator da CPI. Também foram aprovados nesta manhã pedidos de informação a vários órgãos, entre os quais o próprio Ministério da Saúde.

Até o momento o governo ainda não se posicionou sobre a convocação dos ministros ex-ministros e do atual ministro da saúde.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorMais de 5 milhões de crianças e adolescentes ficaram sem aulas em 2020
Próximo artigoDesistência do Hospital Militar