CPF pode se tornar o número “oficial” de identidade dos brasileiros

Câmara Federal aprovou projeto de lei que torna o CPF o único número de identificação geral no País

(Reprodução)

A Câmara dos Deputados aprovou na última terça-feira (22) um projeto de lei que visa tornar o CPF (cadastro de pessoa física) no número oficial de identidade dos brasileiros. Com isso, nenhum cidadão precisaria mais de um “RG” (registro geral), como conhecemos hoje.

De acordo com o projeto, o CPF passaria a ser o único número necessário para identificação de alguém e constaria em certidões – de nascimento, casamento e óbito -, na carteira de trabalho, na CNH e outros documentos pessoais.

A proposta foi apresentada pelo deputado federal Felipe Rigoni (PSB-ES) e outros 11 parlamentares. Já foi aprovado na Comissão de Trabalho, Administração e Serviço Público e agora precisa ser aprovada também no Senado. Só então seguirá para sanção do presidente da República.

Vigência

Se todas essas etapas forem cumpridas, órgãos públicos e entidades que emitem documentos de identificação – como conselhos de classes trabalhadoras, por exemplo – terão 12 meses para se adaptar às mudanças.

Depois disso, ainda haverá um prazo de 2 anos para que estes mesmo órgãos e conselhos façam todas as mudanças necessárias em seus bancos de dados, com cadastros de cidadãos.

(Com Agência Câmara de Notícias)

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorPresente de Natal? Vereadores de Cuiabá aprovam verba indenizatória de R$ 18,9 mil
Próximo artigoFiel da balança