Covid: professores terão direito a 20% das vacinas nas próximas remessas

Imunização começará pelos professores da educação infantil

(Foto: Ednilson Aguiar /O Livre)

A Comissão de Intergestores Bipartite (CIB-MT) aprovou, nessa sexta-feira (28), uma resolução (nº 53) definindo que 20% das próximas remessas de vacinas contra a covid que chegarem a Mato Grosso serão destinadas aos profissionais da educação.

A definição ocorreu após o anúncio de ampliação do Plano Nacional de Imunização, do Ministério da Saúde, e no mesmo dia que a Secretaria de Estado de Educação anunciou mais uma vez o adiamento das aulas presenciais por conta do avanço do vírus no Estado.

Leia também:

O documento também pactua que as doses serão redirecionadas para este grupo prioritário até completar o total de doses necessárias.

A resolução

A resolução n° 53 estabelece que caberá à Secretaria de Estado de Educação (Seduc) a articulação e comunicação aos municípios junto às secretarias municipais de educação, quanto à identificação e ao quantitativo de profissionais a serem vacinados por município.

As doses destinadas aos trabalhadores da Educação deverão ser utilizadas conforme orientações da área técnica, para aqueles que estão em atividade, e na seguinte ordem prioritária: trabalhadores de creches; de pré-escolas; do ensino fundamental; do ensino médio; profissionalizante; do EJA e do ensino superior.

Isto é, devem ser priorizados os trabalhadores envolvidos na educação dos indivíduos mais jovens.

Os municípios que já tiverem alcançado a completa vacinação dos trabalhadores da Educação deverão promover a vacinação dos demais públicos estipulados pelo Plano Nacional de Imunização (PNI).

(Da Assessoria)

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorGoverno adia retorno às aulas presenciais
Próximo artigoCovid: diário da vacina #5