Covid-19 atinge testículos

Estudos apontaram que 46% dos pacientes examinados apresentaram alterações no aparelho reprodutor

(Foto: Polina Tankilevitch / Pexels)

O coronavírus pode atingir um canal atrás dos testículos do paciente, o epidídimo, e inflamá-lo, causando a epididimite. Apesar do local servir de passagem para os espermatozoides, ainda não há ligação da reação com efeitos no potencial reprodutivo do paciente.

Contudo, vale recordar que, desde 2002, quando foi registrada a primeira síndrome respiratória aguda grave, na Ásia, pesquisadores fizeram autópsias nas vítimas fatais e identificaram a inflamação de testículos.

A informação foi publicada no Jornal da Universidade de São Paulo, partir dos resultados de um trabalho realizado na Faculdade de Medicina da instituição.

Após examinar 26 pacientes, como casos leves e moderados de covid, os cientistas observaram que 42% deles tinham alterações no aparelho reprodutor. Porém, eles não reclamavam de dores escrotais.

O dano foi verificado após exames de imagens. A suspeita sobre a inflamação começou quando os cientistas percebera que SARS-CoV-2, vírus da covid-19, também utiliza o mesmo mecanismo do vírus da SARS para invadir as células. Sabendo que os testículos são ricos em ACE2, os cientistas perceberam que o órgão é um possível alvo para infecção.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorInadimplência cresce em MT, mas ainda é possível comemorar. Entenda
Próximo artigo15 pessoas relataram reações leves à vacina contra a covid-19 em MT